Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 02/29/2020 in all areas

  1. 1 point
    Olá, é só arlequim. Arlequim Light cinza.
  2. 1 point
    Oi Vanessa, Muito obrigado, vou fazer isso para ver.
  3. 1 point
    Olá eu prefiro criar o mix de sementes que os meus mais comem, pois já comprei estes mix prontos e muitas coisas são desperdiçadas. Alpiste, painço comum, painço vermelho, painço preto, painço verde, painço alemão, aveia sem casca, cartamo (menor quantidade), girassol (menor quantidade), tem níger também, mas os meus não gostam, e pode oferecer ração extrusada também.
  4. 1 point
    @Lucas carloscarlos Então amigo, segue a foto. A fêmea é Lutino, e tem olhos vermelhos. Macho eu acho que é um arlequim mas tenho dúvidas. Nessa ninhada eles tiveram 3 filhotes, 2 de olhos preto e um lutino com olhos vermelhos.
  5. 1 point
  6. 1 point
  7. 1 point
    Uai penso que não ne, visto que existem varias papinhas de varias marcas no mercado, pq tratar com alimento que é pra humano?
  8. 1 point
    Vanessa, tudo bem? Entrei em contato com o criador que me vendeu, segundo ele não há necessidade de tirar, pois ela o faria sozinha. Observei ela para ver o comportamento, como ele me sugeriu também e, até então, tá normal, nada de depressão ou dor... Apenas utilizei um merthiolate pra evitar qualquer problema a mais. Grato por sua atenção.
  9. 1 point
  10. 1 point
    leia https://clubedascalopsitas.com.br/topic/12627-alimentação-adultos-e-filhotes-ração-sementes-entre-outros/?tab=comments#comment-85237
  11. 1 point
    Oi pessoal! Ainda não entendo muito bem sobre as mutações das calopsitas... Estou na dúvida se meu macho é Cinza ou Canela. Alguém me ajuda a distinguir? Outra coisa, a fêmea é Pérola e eles estão chocando três ovinhos, foi a primeira postura deles! hehe Então queria saber as possíveis mutações dos filhotes. Abraço!
  12. 1 point
    Se ele nunca teve esse buraco leve ao veterinário, pode ser uma doença na pele
  13. 1 point
    Seu macho é cinza (silvestre) e a femea perola canela.. Sem saber oq o pai porta so viriam filhotes cinza (silvestre).
  14. 1 point
    Uns 5 dias depois dela ta chocando ja da pra ver.. Como ela botou no dia no dia 11, ja pode fazer ovoscopia q vai mostrar.. Os bbs calopsitas geralmente nascem de 22 dias e mts vezes as femeas n chocam dsd o primeiro ovo, a minha so começa a chocar depois do segundo ou terceiro.. Entao depende mt, os seus devem vim pro inicio do mes q vem..
  15. 1 point
    Dou toda vez antes de reproduzir , da resultado sim, todos os ovos vem galados. Como o seu ainda ta com filhote eu aconselho não dar agr.. Deixa eles terminarem de criar o bb, tira o ninho, e da um tempinho pra eles e depois vc poe pra reproduzir dnv..
  16. 1 point
    Quantas vezes no ano ou mês? Você já viu algum resultado?
  17. 1 point
    É hibrido sim, os dois sao.. E pode deixar acasalar n vai fazer mal nenhum, pra saber com certeza se é macho ou femea , so com sexagem, so olhando n tem como.. Boa sorte..
  18. 1 point
    ☆☆Parabéns! Vai ficar muito linda! ☆☆
  19. 1 point
    Couve (principalmente manteiga) em excesso tbm da diarréia. Deixe só semente e ração na semana p ver oq acontece.
  20. 1 point
    Entendi... Acredito que o melhor mesmo então é oferecer o remédio como orientado inicialmente tire essa duvida com o veterinário ela é a melhor pessoa para lhe informar... Caso seja melhor oferecer misturado a alimentação ajude sua calopsita a se alimentar, misture o remédio e com o auxílio de uma colher ou até mesmo com o dedo (lave bem as mãos) faço sua calopsita ir bicando a colher ou o seu dedo e se for necessário a segure não precisa nem pegar no "colo" só segurar um pouco pra ela não se afastar e da as bicadas... Agora se seu veterinário falar que não tem problema ministrar diretamente no bico e vc confia no vet não pq não fazer. Sei o qnt é ruim dá algo a "força" para eles, porém, sabemos que isso vai ajudá-lo. Espero ter ajudado, mande notícias.
  21. 1 point
    Que legal, Frederico! Muitíssimo obrigada pela sua generosidade Realmente acho que o problema todo foi esse, eles são muito pets e com isso não estavam conseguindo cuidar dos filhotes! Desta vez deu certo, estou com dois babies em casa, e a reação recente deles - começar a arrancar as penas dos filhotes e bater - reforçou essa teoria. Tô cuidando dos filhotes na papa, é um trabalhão e desesperador cuidar de vidas, maaas estamos super felizes por poder cuidar deles com tanto amor! Olhe como estão lindos
  22. 1 point
    Juliana boa noite! Barulho não é o que interfere na reprodução, muitos pisitacideos vivem em bando na natureza e portanto muitos são estimulados a se reproduzir com o barulho de demais aves, então mesmo com ruídos domésticos esse não é o problema. As gaiolas criadeiras tem em média, 80x58x40 esse sim seriam um tamanho correto pra Calopsitas. O grande problema é que quando amansamos as Calopsitas elas perdem bastante os instintos naturais, algumas vezes não cruzam, outras vezes botam em qualquer lugar , não chocam ou não tratam. Espero ter ajudado com as informações, vi que suas aves passaram a tratar, mas essa informações podem te ajudar a entender um pouco sobre os comportamentos anteriores !
  23. 1 point
    Pode ser que ela estava ajeitando ele aos outros ovos, pra poder aquece-los. Parabéns! Boa sorte!
  24. 1 point
    Pode. Onde é q ta botando?
  25. 1 point
    Leia todos https://clubedascalopsitas.com.br/topic/13960-alerta/?tab=comments#comment-91979 https://clubedascalopsitas.com.br/topic/12627-alimentação-adultos-e-filhotes-ração-sementes-entre-outros/?tab=comments#comment-85237 https://clubedascalopsitas.com.br/topic/10413-vou-começar-a-criar-uma-calopsita-pela-primeira-vez-peço-dicas/ https://clubedascalopsitas.com.br/topic/11485-marinheiro-de-primeira-viagem/ https://clubedascalopsitas.com.br/topic/13011-perfurada-por-um-cão-ajuda/?tab=comments#comment-88709 https://clubedascalopsitas.com.br/topic/10490-minha-primeira-calopsita/ https://clubedascalopsitas.com.br/topic/11612-acho-que-minha-calopsita-não-gosta-de-mim/ https://clubedascalopsitas.com.br/topic/10548-cuidados-com-as-asas-criando-calopsita-solta/ https://clubedascalopsitas.com.br/topic/10408-ajuda/ https://clubedascalopsitas.com.br/topic/10436-calopsita-muito-ativa/ https://clubedascalopsitas.com.br/topic/12292-minha-calopsita-é-louca-por-mim/ https://clubedascalopsitas.com.br/topic/12091-calopsita-muito-grudada/?tab=comments#comment-82509
  26. 1 point
    Olá, se possível poste uma foto melhor por favor. Eles são canela? Se sim vão nascer machos e fêmeas canelas portadores de cb e aparentemente arlequim.
  27. 1 point
    Olá, é uma fêmea lutino cb.
  28. 1 point
    Vou ler tudo Nascimento obrigada! Eu peguei depois de muito pesquisar em YouTube internet e aqui nesse site, vou ser bem responsável. Abraço
  29. 1 point
    Por favor quem já teve experiências com albinos poderia me dizer quais cuidados a mais devo ter com ele? Eles vivem menos? Ficam mais doentes, imagino que sol so bem pouco e bem cedo. Obrigada!
  30. 1 point
    Tirando problemas genéticos e consanguíneos, nunca ouvi falar de nada além disso. De resto, leia esses tópicos pra saber como manejar melhor sua ave https://clubedascalopsitas.com.br/topic/10436-calopsita-muito-ativa/ https://clubedascalopsitas.com.br/topic/12292-minha-calopsita-é-louca-por-mim/ https://clubedascalopsitas.com.br/topic/12091-calopsita-muito-grudada/?tab=comments#comment-82509
  31. 1 point
  32. 1 point
    Que lindo. Parabéns. Eu nunca ouvi falar. Tenho uma albina adulta e o trato dela é igual aos outros. Nunca tive problemas. Mas os colegas mais esperientes podem opinar melhor.
  33. 1 point
    Olá, espere mais. Pode ser que ainda estejam vivos. Tenha paciência. A ansiedade é maior inimiga nessa hora.
  34. 1 point
    normal brigarem por poleiro pra dormir, se for isso.
  35. 1 point
    Olá, os ovos começam a eclodir aos 18/22 dias, mas é bom esperar mais uns 3 dias. Ofereça alimentos ricos em cálcio e que sejam fáceis de serem passados aos filhotes.
  36. 1 point
    Se só suja a noite pode ser que ela esteja esfregando no poleiro, num pote ou algo assim... eu imagino que se está sujando deveria sujar durante o dia também e a fezes não deveriam estar formada... Dá uma observada na gaiola se algo pode estar causando essa sujeira. E quando sair os resultados fala aí para acompanharmos. Boa sorte.
  37. 1 point
    Nunca ouvi essa pipoca de painço. Acho que nem minha calopsita que tá tentando mexer no meu celular bicando ele ouviu
  38. 1 point
    Amigos,boa tarde! Sou novo por aqui, então já sabem que não entendo muito bem sobre mutações, espero aprender com todos vocês. - De um macho CB ( portador de canela e pérola) Com uma: - fêmea alerquim ( * não sei o que porta por que o criador não me contou em detalhes ) -Saiu essa fêmea linda ( pelo que parece é uma canela pérola portador de CB, alerquim. Gostaria de saber com vocês, qual macho ideal para formar um casal com essa linda moça? -Caso eu coloque um macho canela CA qual a probabilidade dos filhotes serem canela? - Caso coloque um macho CB ou portador qual seria a probabilidade de terem filhotes CB? * Já que o pai dela é um cinza CB, provavelmente ela porta CB. Enfim, quais outras mutações que seria bonito em vê-los formando casal. Desde já agradeço!
  39. 1 point
    Se ela estiver dormindo no pote ou ficando no pote durante o dia, é possível que ela pense que o pote seja um ninho... Aí vai precisar trocar.
  40. 1 point
    Olá pessoal, preciso muito de alguns esclarecimentos. Meus avós ganharam um suposto casal agapornis e infelizmente creio que agora estão tendo alguns problemas. Eu digo suposto casal pois não há certeza se um deles é realmente macho. Vamos aos fatos: a primeira postura de ovos foi a uns 8 meses atrás e foram uns 4 ovos (o que acabou me deixando mais ainda na dúvida pois se fossem duas fêmeas poderiam seriam mais ovos); Os dois se cortejam, namoram, cuidam um do outro, no geral agem como um casal; Os primeiros ovos não chocaram, aí veio a dúvida novamente se o outro pode ser ou não uma fêmea. Mas a principal questão é que desde a primeira vez que botaram os ovos, não houve outra vez. Estou preocupada de algo muito sério poder estar acontecendo.
  41. 1 point
    Vou dar minha opinião não sou experiente,mas o tamanho do viveiro me parece ok,o interior da gaiola me parece legal adicionar alguns brinquedos mas não de entupir a gaiola de coisa , a sexagem acho q pode fazer agora , criador que faz teste da cloaca NÃO FUNCIONA só sexagem para saber . E o número 5 so sexagem .
  42. 1 point
    Olá, primeiramente falo aos moderadores que crio esse tópico com o intuito de ajudar, sei que existe conteúdo similar no fórum porém as informações estão dispersas, falo por experiência própria, pois sofri um bocado para fazer os exames e tudo mais e gostaria de juntar tudo aqui pra quem tiver as mesmas dúvidas o pessoal poder ajudar... Mas qualquer problema pode excluir o tópico , não quero prejudicar ninguém.Sem mais delongas vamos ao primeiro tópico:-Por que fazer os exames na minha ave?Toda ave está, como os seres humanos, em constante exposição a bactérias e agentes nocivos à saúde que buscam o tempo todo uma brecha no sistema imunológico para nele se instaurarem e causar vários problemas. Nas aves um cuidado especial é necessário, pois são suscetíveis a uma baixa imunológica devido a muitos fatores, desde clima até estresse. Ao fazer os exames podemos detectar precocemente esses agentes nocivos e com o auxílio de um veterinário competente realizar o tratamento para que seu bichinho fique saudável e continue a te dar alegria por muito muito tempo...-Como posso fazer os exames? É muito caro?Existem vários laboratórios que realizam os exames em aves, dentre os principais podemos citar a Unigen, o (Laboratório de Genética), o Genoa, entre outros (não vou postar links por irem contra as normas de diretrizes do fórum, qualquer coisa deixe uma mensagem que mando por MP) ou até mesmo o parceiro aqui do fórum o Dr. Felipe também realiza os exames, portanto dê uma passada no site dele, NIAAS. O preço obviamente varia de acordo com os exames e a quantidade de aves (plantel sai mais caro) , os principais exames para se realizar são: Clamídiose Ultrassensível, Mycoplasmose Ultrassensível, Salmonellose, e o Parasitológico das fezes para detecção de possíveis coccídeos ( Agradeço às nossas amigas Bia e Erika que gentilmente me falaram os principais exames em um tópico que criei antes de fazer os meus exames). Um dos laboratórios, por exemplo, forma um Painel para os três primeiros exames e tudo sai por R$ 98,00 e o parasitológico sai por R$ 24,00 os três primeiros saem por R$ 55,00 individualmente, o pagamento pode ser realizado online em até 12 vezes, não tem desculpas para não fazer os exames. Outro laboratório faz o exame de clamidia, micoplasma, salmonella e coccídeas por R$ 160 se fornecer o CRMV e o nome de seu veterinário ou se tiver o pedido medico.-Eu moro muito longe de qualquer um dos laboratórios, e agora?Isso realmente não importa, pois você quase não precisa sair de casa para fazer os exames, primeiramente você pode gratuitamente pedir os kits de coleta pelo site dos laboratórios para quando chegarem começar a fazer a coleta. Se sua ave estiver apresentando sintomas significa que o caso demanda urgência então corra em uma farmácia e compre um coletor universal que é bem barato e vá coletando as fezes para a realização dos principais exames, depois lacre e mande por Sedex para o laboratório, no meu caso eu pedi os kits e comecei a fazer a coleta no coletor universal mesmo, no último dia de coleta os kits chegaram, então na hora de mandar pelos Correios eu transferi as amostras do coletor para o potinho com conservante dos kits, preenchi um formulário de solicitação de exames que pode ser imprimido no site ou obtido nos kits, e anexei o comprovante de pagamento, depois é só esperar. -Coleta? Como vou fazer? Como saber o tipo de amostra para um determinado exame?Pelo site dos laboratórios você solicita ajuda online e eles te dizem a amostra necessária para os exames, no caso dos 4 exames citados acima só é necessária a coleta de fezes, que deve ser feita forrando o fundo da gaiola com um papel (pode ser sulfite mesmo) e coletar as fezes por 3 dias em horários diferentes. Eu coletei de manhã, tarde, noite no primeiro e segundo dia e só de manhã no terceiro e mandei por Sedex10. Colete usando uma pazinha ou colherzinha desinfetada, eu usei duas colherzinhas de caipirinha que parecem umas pazinhas, a desinfetação pode ser feita com água fervente e álcool em gel, Sempre desinfete as pazinhas entre uma coleta e outra e troque as folhas da gaiola, colete as fezes mais estranhas, que estão aquosas ou disformes e mantenha o coletor na geladeira durante os 3 dias, só retirando pra fazer a coleta e pra mandar pelos Correios.Qualquer dúvida adicional pode ser perguntada aqui no fórum mesmo e no próprio site dos laboratórios, tenho certeza que ela será sanada, o resultado pode ser visto online e caso aparecer algum positivo leve ao veterinário, se não tiver nenhum veterinário especializado em aves por perto não é desculpa pra automedicar sua ave, o nosso querido Dr. Felipe faz consultoria online para quem não tem como levar em um veterinário, dá um verificada Niaas.Todo o conteúdo escrito aqui foi de minha autoria sem nenhum tipo de cópia, as fontes foram todas tiradas daqui do fórum mesmo e quero agradecer em especial às pessoas que me ajudaram a realizar os exames no Pitchi. O Balthazar, a Bia, a Erika , e a Valéria. Espero ter ajudado....A saúde de nossas aves é essêncial para preservarmos uma das únicas coisas boas que o ser humano tem: A capacidade de amar e de aprender com nossos bichinhos...*Texto original do @dupocas
  43. 1 point
    Olá. Bom... deu um bug aqui mas... Os três primeiros mostram como é que ele vai ficando. Já os últimos ficaram fora da ordem.
  44. 1 point
    Estou gostando muito desse blog. Você realmente está muito certa, Ninha. Eu mesma adquiri duas calopsitas porque minha filha insiste comigo desde os 5 anos quando visitamos o parque das aves (na verdade ela queria uma arara), enrolei-a até os 9 anos, usei de muitos argumentos, especialmente do de ler tudo a respeito de calopsitas, enfim ela me apresentou esse blog, me inscreveu em varios canais do YouTube, assiste vídeos de calopsitas mas ela é criança e eu jamais deixaria que ela fosse a responsável por um animal frágil como essas, eu acabei por pesquisar muito também, e confesso que muito li mas pouco aprendi. Sinto uma dó tão grande das minhas! quando elas me veem ficam ‘me chamando’ e querem ficar literalmente em cima de mim são muito carentes de atenção. Essa semana começaram voar aí aparei as penas delas e quase morri de chorar me senti uma mutiladora. Nossa ! Como é triste ter um pássaro e ter que deixá-lo preso. Amo as aves mas aprecio muito elas voando livremente, está sendo muito difícil essa fase de adaptação, não me sinto feliz em saber que minhas calopsitas nunca poderão voar. Fazem 15 dias que estou com elas e já me apaixonei.
  45. 1 point
    Olá pessoal!!! Alguém pode me ajudar a entender o que fazer, tenho um casal de calopsitas, a fêmea é mais velha, chama pros finalmentes, e fica sozinha lá se engraçando com qualquer coisa na gaiola, o macho com 1 ano e 8 meses não cobre a femea, ela bota um monte de ovos, ele ajuda a chocar sempre que é convocado, porém ficam os 2 cuidando de ovos não galados. Já coloquei uns vídeos "pornos" de calopsita por pouco tempo para ver se o macho aprende as manhas do tréco, porém não rolou... Obs: Já vi o macho cruzar com a gaiola, antes de eu trazer a fêmea para minha casa.
  46. 1 point
    Boa sorte com sua nova Calopsita, amei o nome, elas adoram verduras, estou mandando uma tabela com o que elas podem comer.
  47. 1 point
    Olá @Hugo Gabriel, comprei um viveiro pela internet q gostei muito...da uma olhada nele.. Caso se interesse, te mando contato da empresa no privado
  48. 1 point
    O meu bb de 44 dias , tem olhos vermelhos e é um cb lutino então deve ser clear esse seu mesmo . O meu bb de 44 dias , tem olhos vermelhos e é um cb lutino então deve ser clear esse seu mesmo , muito linda , parabéns.
  49. 1 point
    O feto estava morto mesmo. Já colocaram mais ovos e um está galado. Estou evitando mexer muito, e quando mexi fiz sem nenhuma calopsita no ninho. Deixando a natureza fazer sua parte e administra do a ansiedade. Abraço e boa semana a todos.
  50. 1 point
    GUIA PARA CRIAR CALOPSITAS À MÃO Fotos e texto baseado no tutorial de MariBichos – Espanha TRADUÇÃO e ADAPTAÇÃO: ma_zinho A intenção dessa guia é ensinar a dar papinha aos filhotes de calopsitas que foram retirados do ninho na idade correta para serem criados manualmente, já que assim eles crescem mais mansos e são mais dóceis. Também serve para os filhotinhos que foram retirados do ninho antes da idade correta por necessidade (os pais não o alimentavam ou qualquer outro problema). Idade do filhote – Horário de alimentação – Quantia em ml 1 a 4 dias ---------- A cada duas horas ------ 1 a 2 ml. 5 a 7 dias ---------- A cada três horas -------- 2 a 3 ml. 8 a 14 dias --------- 5 vezes ao dia ----------- 4 a 6 ml. 15 a 20 dias --------- 4 vezes ao dia ---------- 7 a 10 ml. Temperatura que deve ter o alojamento da cria: Idade do filhote - Graus Celsius. 1 a 5 dias --------- 34 a 35ºC 6 a 9 dias --------- 33 a 35ºC 10 a 14 dias ------ 32 a 33ºC 15 a 21 dias ------ 30 a 32ºC Quando retirar o filhote do ninho? Em condições normais, o filhote deve ter de 20 a 25 dias de vida, pois nessa idade os pais já transmitiram as defesas deles junto com a comida que os alimentava e porque nessa idade ele está forte e grande para conseguir sobreviver sem efeitos adversos. O “franguinho” vai sentir o mesmo carinho por você que se tivesse sido criado desde recém nascido. Para ter uma idéia do aspecto do filhote, ele deve ser mais ou menos assim: Dá para ver o filhote cheio de canhões de pena e com as uma parte das penas das asas já formadas. Se a cria não for retirada antes dos 30 dias de vida, estará com quase todas as penas formadas, e a adaptação à seringa e a perda do medo fica muito complicada. Não é impossível, mas não há duvidas de que a idade ideal é entre os 20 a 25 dias de vida. Onde podemos pôr o “pintinho”? Existem muitos lugares onde podemos simular um ninho. Não aconselho usar papelão ou madeira, pois os excrementos dos filhotes que comem papinha são muito líquidos e a caixa ou lugar onde estiver seria difícil de limpar, e a limpeza é muito importante nessa fase da calopsita. Os próprios pais não defecam dentro do ninho, eles agüentam e só excretam quando saem de lá. Recipientes ideais: Tupperware de plástico: tem que ser bem grande e sem a tampa ou com uma tampa de malha de plástico. É muito importante não usar a tampa do tupperware furada sem antes ter a certeza da temperatura que pode alcançar o interior do recipiente. Fauna Box ou Aqua Terrário: é o mais cômodo e fácil. É aquele pequeno recipiente de plástico com a tampa colorida e com alças. Costuma ser um aquário ou um terrário para répteis, pois tem o teto preparado e adaptado para ter animais, tem uma ótima ventilação e é totalmente seguro, ou seja, o animal não pode fugir de lá. A vantagem do plástico é que dá para limpá-lo bem. O próximo passo para preparar o recipiente é forrá-lo com um papel de cozinha absorvente (ou guardanapo de papel) e, em cima do papel, colocar uma capa de serragem para hamster. Atenção não use nunca serragem normal, porque contém pedaços de madeira que poderiam introduzir-se nos olhos da calopsita e em outras partes sensíveis do corpo. A serragem de hamster é suave e macia, não machuca como a serragem normal. Os panos ou guardanapos também não são recomendados, já que depois de cada refeição, os filhotes têm tempo suficiente para explorar o seu novo ninho, enroscar o dedinho no pano e machucar uma unha ou fraturar um pezinho. Lembre-se que os ossos ainda não são tão fortes como os de uma calopsita adulta. A caixinha com o filhote deve estar em algum quarto tranquilo, longe dos barulhos normais de uma casa e também longe de uma janela. Com os filhotes muito pequenos, podemos deixar a caixinha mais escura pondo um pano ao redor do recipiente, mas lembre-se de nunca tampar a saída e entrada de ar, o pano é ao redor, e não por cima. A cria com 20 días já pode receber a iluminação normal de um quarto. Ainda não está preparada para o sol, mas já pode ficar em um local com iluminação normal. Devemos trocar a serragem ao minimo sinal de umidade ou mau cheiro, mas não é necessário trocá-la todos os dias quando só tem um filhotinho. Também será preciso lavar a fundo o recipiente de vez em quando. Particularmente, eu o lavava todos os días e assim, sempre estava bem limpinho. Temperatura O filhotinho sempre tem que estar bem aquecido dia e noite, principalmente se estiver sozinho, pois não vai ter os irmãos para aquecê-lo. Por tanto, depende da parte do Brasil ou do mundo que você estiver, precisará de uma fonte de calor, que poderá ser: 1) MANTA ELÉTRICA Uma manta elétrica é a melhor solução, como a que aparece mais abaixo. Deve estar embaixo do recipiente, não pode queimar e sempre deve haver papel entre a manta elétrica e o recipiente. Para não queimar, devemos ajustar a potência da manta e controlar a temperatura no interior da caixinha colocando mais ou menos papel entre a manta e a caixinha. O melhor papel é o jornal que, além de tudo, atúa como uma capa térmica. Quanto mais papel você colocar entre o recipiente e a manta, menos calor vai chegar ao interior da caixinha, o que o permite controlar a temperatura. Particularmente, recomendo fazer um teste antes de colocar o filhote, pois é importante saber a teperatura que vai fazer no interior do recipiente. Também é importante deixar um termômetro dentro, ja que precisaremos saber a temperatura que faz lá dentro. O recipiente nunca deve ser colocado diretamente em cima da manta elétrica ou poderia derreter. 2) PEDRA TÉRMICA PARA RÉPTEIS Uma pedra térmica para répteis, sempre embrulhada em um papel para estar quente mas sem queimar. Infelizmente os répteis sempre terminan se queimando quando os donos põem esse tipo de pedras, o que significa que devemos ter o dobro de cuidado com as calopsitas. 3) LÂMPADA DE ESCRIVANINHAS Uma lâmpada de escrivaninhas, mas cuidado, o problema deste tipo de calor é que se a luz queimar, o filhote deixará de receber calor imediatamente. A luz também não é necessária e até podería incomodar a cría. Dependendo do que tivermos em casa ou do que pudermos comprar, poderemos optar por uma das opções acima, mas sempre lembrando que o calor é muito importante, principalmente de noite. Se ver que a calopsita está desanimada, também pode ser porque falta calor. O calor tem uma explicação: as aves têm uma temperatura interna superior à temperatura dos mamíferos. Para os humanos, 37ºC, 38ºC e 39ºC é ter febre, mas para as aves é uma temperatura normal. Por isso é importante mantê-las quentinhas, porque o frio causa mal-estar nas aves e elas são mais sensíveis ao frio que nós justamente porque a sua temperatura é superior à nossa. Se você perceber que os pezinhos da calopsita estão um pouco frios, não se preocupe, pois eles têm um mecanismo especial de refrigeração e costumam estar uns 4ºC abaixo da temperatura corporal. Preparando a papinha. Aconselho usar um copo raso e com a base grande, melhor se for de plástico mas pode até ser uma xícara de café, mas com cuidado para não cair no chão e quebrar. Usar sempre o mesmo copo para preparar a papinha é a melhor opção. Esse copo vai ser usado, no mínimo, 3 ou 4 vezes ao dia e vamos ter que mantê-lo limpo. Somente devemos usar as papinhas específicas para calopsitas. Como medida de urgência e, só como urgência, vamos poder usar uma papinha de cereais para bebês ou farinha de rosca para preparar papinha. Infelizmente, não posso aconselhar vocês de qual é a melhor marca, pois na Espanha existem outras marcas, mas algumas pessoas me disseram que a marca CC-Albium não tem nada de ruim, pois é a mais fácil de encontrar e não deu nenhum problema. Existem outras marcas como Megazoo, Alcon e Nutripássaros, mas vai depender de cada um e da experiência que teve com as marcas. Aqui, usei uma marca que se chama Psittacus, e foi boa. Para preparar a papinha vamos usar água comprada no supermercado, ou seja, engarrafada, pois é uma água esterilizada e tem poucos minerais. O primeiro passo é esquentar a papinha no microondas ou em uma panelinha pequena no fogão. Não é preciso deixar ferver, mas, se quiser, pode deixar. O segundo passo é colocar um pouco de água no copo ou xícara e adicionar o pó da papinha. Vamos mexer sem parar, sempre evitando deixar bolinhas de papinha. Na medida em que a papinha vai ficando homogênea, vai perdendo o excesso de temperatura. A consistência da papinha é parecida a de um purê de batatas um pouco mais líquido que o normal. Como se fosse uma papinha de bebê. Nem muito liquido, nem muito grosso. O próximo passo é dar a papinha ao pássaro. A temperatura ideal ronda os 40ºC e sempre temos que comprovar se a temperatura da papinha é ideal. Por isso vamos colocar um pouco da papinha no punho, como se fosse o leite da mamadeira de um bebê. Se estiver bem quente, mas não queimar, significa que está boa. Se estiver fria, temos que esquentá-la um pouco (no microondas ou no banho Maria), sempre mexendo bem depois para não ficar pontos de calor dentro da papinha. Se estiver quente, temos que mexer um pouco mais para esfriá-la para não queimar o papo do nosso animal. Quando, quanto e como dar a papinha A papinha deve ser dada com uma seringa (sem agulha). Recomendo as de 5 ou 10ml. Se o filhotinho foi comprado de um criador, ele mesmo deveria te dar um filhote que já estiver acostumado a comer papinha na seringa, mas se o filhote ainda não estiver ou se nós mesmos tirarmos ele do ninho, temos que esperar o papo dele esvaziar completamente antes de dar a primeira dose de papinha, pois ele ainda vai ter restos de sementes e da comida que os pais dele deram e não se pode misturar com a papinha. É normal que o filhote se assuste e bufe para nós, afinal ele não nos conhece. Não se preocupe se ele começar a bufar, porque quando ele tiver muita fome e bufar, vamos aproveitar que ao bufar ele abre o biquinho e vamos dar um pouco de papinha para ele experimentar e saborear. Cada vez que ele abrir o bico, vamos dar pouquíssima papinha, só uma ou duas gotas para ele não poder agitar a cabeça e esparramá-la para fora do bico. Vamos repetir esse procedimento várias vezes até ver que o papo do bichinho tem comida suficiente para agüentar pelo menos 1 hora sem comer. Quando o papo estiver vazio de novo, vamos fazer a mesma coisa até ele aprender que a seringa significa comida (em mais ou menos 2 ou 3 vezes ele aprende) e perder o medo de nós. Quando isso acontecer, vamos começar a dar as doses completas de papinha na hora certa. Durante esse procedimento, temos que manter a temperatura da papinha, pois não pode esfriar. Para isso, vamos colocar um pouco de água morna em um copo onde deixaremos a seringa quando não a estivermos usando, igual ao vídeo que está mais abaixo. Isso é muito importante, principalmente quando temos que dar papinha para vários filhotes e ainda não temos prática. Aqui vocês podem ver um agapornis pedindo comida. A calopsita faz a mesma coisa: http://www.youtube.c...s&v=j1ENGofM9Vo A forma mais adequada de dar a papinha é colocando o filhote de olhando para nós e pondo a seringa à direita do bico. Se colocarmos na parte esquerda, a papinha poderia ir para a traquéia e, se cegar aos pulmões, poderia morrer por asfixia ou pneumonia por aspiração. O filhotinho que tiver mais de 20 dias de vida e ainda não comer nada sólido por conta própria, tem que comer no mínimo uns 15ml 3 vezes ao dia. De manhã bem cedo, ao meio-dia e de noite. O ideal seria dar uma dose de papinha de tarde também, que seria o café da tarde da cria. É muito importante não dar a próxima dose de papinha se o papo do animal ainda não estiver completamente vazio. Não precisa levantar de noite para dar papinha, pois os pais não o alimentam de noite, estão dormindo no ninho. Só temos que observar bem o papo para ver se está vazio antes de dar a próxima dose porque, se não estiver, a próxima dose de papinha que dermos pode fermentar e o filhote pode morrer. Mais abaixo está um exemplo do papo vazio e do papo cheio, para quem não tiver noção de como é: Calopsita com o papo vazio -------------------------------------------------------------- Calopsita com mais de 10ml de papinha Quando a calopsita e o dono adquirirem pratica, o dono vai demorar só alguns segundos para encher o papo do animal e quase sem se sujar, igual ao vídeo mais abaixo. Para dar a papinha temos que segurar um pouco a cabecinha do animal, com cuidado e sem machucar, e não apertar muito a seringa. Vamos dar só o que o filhote é capaz de engolir para a papinha não escorrer para fora do bico. Se a cria se sujar, vamos limpá-la com um pano ou guardanapo de papel levemente úmido e no mesmo momento em que acontecer. Num instante esse filhote de calopsita comeu 11 ml de papinha sem derramar nenhuma gota e sem se sujar: http://es.youtube.co...h?v=0-HfbF6JQdQ É muito importante não guardar papinha feita porque ela pode fermentar e ser um foco de fungos. Cada vez que formos dar papinha, vamos ter que prepará-la. Nas primeiras vezes é normal fazer muita papinha ou fazer pouca papinha, mas com o tempo você vai aprender a fazer a quantidade certa. Depois de dar a papinha, vamos ter que lavar bem todos os utensílios com água. Não precisa esterilizar se não quiser. A quantidade e freqüência da dose a dar têm que corresponder com a idade do filhote, com o seu desenvolvimento e com o apetite que ele tiver, ou seja, temos que respeitar às doses de papinha (as vezes que damos papinha) e a quantidade de ml que vamos dar, mas sempre tendo um pouco de sentido comum. Resumindo, temos que encher o papo com o cuidado de nunca dar papinha se ainda tiver papinha da dose anterior no papo do pássaro. Gaiola e independência Com mais ou menos 30 dias, vai dar para perceber que o Aqua terrário vai começar a ficar pequeno para a calopsita. Antes ela ficava horas dormindo na sua caminha macia e agora ela não para de esticar e bater as asas, além disso, ela começa a bicar e brincar com a serragem de hamster no fundo do recipiente. Esse é o momento de começar a acostumar o filhotinho com a sua nova casa, que será a sua gaiola. Nos primeiros dias, vamos colocá-lo só um pouquinho, 1h, 2h, depois mais e mais horas até passar o filhote para o Aqua Terrário ou Fauna Box só para dormir. Ao redor dos 45-50 dias, já podemos tentar deixá-lo dormir na gaiolinha. Um bom conselho é forrar uma parte do chão da gaiola com jornal e colocar papel de cozinha por cima do jornal para eles aprenderem a andar entre as barrinhas de metal da gaiola, senão, vai resultar um pouco incômodo para eles caminhar, pois os seus pezinhos vão atravessar constantemente as barrinhas do chão. O papel de cozinha por cima do jornal serve para eles não poderem bicar e engolir jornal, pois contém tinta e pode chegar a ser tóxico. Essas calopsitas da imagem acima estão quase prontas para começar a ir para a gaiola durante pouco tempo. No entanto, esta calopsita já está reparada para passar o dia na gaiola e voltar para a sua caminha só de noite. É claro que vamos ter que colocar os poleiros bem baixinhos para a calopsita se acostumar e se familiarizar com o entorno e aprender a se ir de um poleiro a outro sem dificuldade. Quando percebermos, depois de alguns dias, que ela já tem mais confiança com os poleiros, podemos subí-los à sua posição normal. Muitos criadores oferecem comida às ninfas quando elas ainda estão no fauna box. Eu recomendo oferecer a comida só quando a ave estiver na gaiola, em potinhos ou comedores de fácil acesso. Vamos oferecer pouca quantidade e muita variedade desde o primeiro dia em que colocarmos o filhote na sua nova casa, para ele começar a se interessar pela comida. Uma mistura de painço, pão (não precisa ser do dia, mas também não pode ser duro como uma pedra), painço no ramo, semente de girassol, verduras (principalmente as folhas verdes, alface, acelgas e similares), ração para calopsitas se tiver e alguma fruta como, por exemplo, a maçã e a pêra também pode colocar. Se bem que as calopsitas não gostam muito de frutas. Tem que tomar cuidado com a alface porque tem efeito laxante e um excesso desta verdura pode provocar diarréia. Os brócolis cozido também é bem apetitoso e as calopsitas adoram. O painço diretamente do ramo é um dos cereais preferidos dessas aves. As minhas calopsitas gostam mais do painço que da semente de girassol. Também é ótimo para usar como prêmio na hora de educar a sua ave. A água também é muito importante, mas tem que ser em um bebedor ou em um recipiente pequeno onde a calopsita não possa cair dentro. Ela não se afogaria, mas poderia se molhar e ter problemas de digestão ou hipotermia. Não tem muito a ver com a papinha mas tenham cuidado porque nos primeiros dias que as calopsitas vão para a gaiola é quando elas voam por primeira vez, e cuidado porque elas não avisam e como nunca voaram antes, parecem um avião que vai batendo em tudo. Elas demoram um pouco em aprender a controlar o vôo, mas tenham sempre muito cuidados, nunca fiquem perto de uma janela, fogão, ou qualquer outra coisa que possa ser perigosa para a calopsita. O filhote, por puro instinto e curiosidade, vai começar a bicar os alimentos sólidos. Procurem manter as 3 ou 4 doses de papinha deixando o papo cheio o maior tempo possível e ainda assim veremos que falta um pedacinho de uma fruta, a folha de alface está roída e que tem algumas casquinhas de milho na gaiola. Quando isso acontecer, é o momento perfeito para retirar uma dose de papinha, que vai ser a dose que damos de tarde, observando sempre o comportamento da ave. No princípio convém manter as 3 doses de papinha, dando o que o filhote quiser aceitar, e na medida que a calopsita ficando independente, ela vai aceitar menos quantidade de papinha, menos de 15 ml em cada dose. E finalmente iremos tirando as doses de papinha até que a última dose for a dose de noite. Por exemplo: se a calopsita toma 3 doses de papinha, a primeira às 7h, a segunda às 15h e a ultima às 23h, a primeira que vamos tirar será a de tarde podendo dar 2 doses, às 8h e às 22h, depois tiraremos a dose de manhã e só daremos a dose da noite. Por último, vamos tirar a dose da noite, já que essa dose costuma ser mais um vínculo entre o dono e o animal do que fome. Importante: temos que deixar que seja o próprio filhote que marque a velocidade da independência, é impossível dizer quando uma cria vai ser totalmente independente, por isso temos que respeitar o ritmo da calopsita e prestar atenção no desinteresse da ave pela papinha ao longo dos dias que vão passando. Forçar a independência em um animal significa deixá-lo passar fome, emagrecer e ficar desnutrida e fraca pela falta de alimento. À calopsita que ainda não come nada sólido e que não tem muita fome, têm que dar papinha quantas vezes o filhote precisar, teja a idade que tiver. Já houve casos de filhotes que ficaram independentes em menos de uma semana e outros que estavam com o papo cheio de sementinhas e ainda assim pediam papinha como loucos, apenas por vicio ou pelo vinculo que a papinha cria entre a calopsita e o dono. Um vinculo muito bonito. Nesses casos, temos que ter paciência. Mais ou menos aos 2 meses de vida é quando a maioria das calopsitas se tornam completamente independentes completamente. Vai dar pra notar uma mudança na consistência das fezes, que serão mais líquidas do que quando comiam papinha, e terão carocinhos semi-sólidos. Nunca se deve oferecer papinha em um comedor na gaiola ou em qualquer outro lugar. Se tudo der certo, vamos ser donos orgulhosos de uma calopsita mansa, criada à mão, socializada e independente. Esta guia também é válida para pequenos psitacídeos, agapornis, periquitos, etc. Claro que a quantidade de papinha é variável, por isso convém se informar antes de criar outras espécies à mão.
This leaderboard is set to Sao Paulo/GMT-03:00