Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 06/24/2018 in all areas

  1. 4 points
    Bom dia! Continuamos crescendo, pouco, mas crescendo!
  2. 4 points
    Vim aqui compartilhar com vocês a história da minha calopsita ela é muito mansa eu posso pegar ela de qualquer jeito ela nem liga Ela dorme na minha cama ela é muito manhosa ver as fotos dela
  3. 4 points
    Gentilmente enviado pelo nosso amigo Luis Otávio: Oi pessoal, tudo bom ?Muitas vezes membros do fórum perguntam sobre o sexo da sua calopsita, é um assunto bastante discutido, tentando ajudar vocês a tirarem suas dúvidas, resolvi fazer esse tópico, espero ajudar, vamos lá...Sempre a mesma pergunta, qual o sexo da minha calopsita ? tem como saber o sexo da minha calopsita ?Uma maneira de saber o sexo das calopsitas é pela mutação, algumas possuem diformismo sexual quando a calopsita faz a primeira muda de penas aos aproximadamente 4 ou 5 meses de vida, seu fenótipo é alterado, são as seguintes mutações :- Cinza Silvestre, quando filhotes machos e fêmea são iguais, vejam :dois filhotes cinzasApós a primeira muda de penas, machos pintam a face e fêmeas continuam com a face cinza, foto abaixo :macho da direita e fêmea a esquerdaCanela, mutação semelhante à cinza, porém com um tom bem claro, canela mesmo, quando filhotes machos e fêmeas são iguais também e depois de adultos, se diferenciam, vejam :A mutação Cinza Cara Branca, possui o mesmo diformismo que os Cinza Silvestre, vejam :quando filhotes são iguais machos e fêmeasE depois de adultos, os machos pintam a face, de branco, e as fêmeas continuam com ela cinza.macho a esquerda e fêmea a direitaOutra mutação que conseguimos saber o sexo pelo fenótipo é a Pérola, quando filhotes são todos iguais também, como na foto abaixo : Após a primeira muda, machos começam a perder o perolado, ficam com a face amarela e o corpo todo cinza, somente as fêmeas mantêm o perolado, na foto abaixo dá pra ver bem um macho pérola perdendo o perolado, resquícios brancos nas costas são o que restam do perolado que foi tomado pelo cinza, vejam :macho a esquerda e fêmea a direitaIsso ocorre com todas as variações da mutação pérola, veja abaixo com os Pérolas Cara Branca :macho perdendo o perolado fêmea que mantêm o peroladoE com os Pérolas Canelas, como já disse os filhotes são todos iguais e depois da primeira muda somente as fêmea mantêm o perolado,quando machos, ficam com o corpo todo canela e somente a face amarela.esse é um filhote Pérola Canela nascido em casa.essa uma fêmea também Pérola Canelaesse um suposto macho da mutação, repare que em algumas partes o perolado parece perder pro tom canela.O canto também pode indicar o sexo das calopsitas, no caso, ao ver uma calopsita cantar seria um macho, há algum tempo isso era uma regra, porém começou a aparecer casos de fêmeas comprovadas por exame de DNA cantando, um canto não tão perfeito como dos machos, a partir daí acabou virando confusão, não dá mais pra acreditar.A mutação Lutino é uma mutação sexo - ligada, ou seja, fêmeas não portam e por esse motivo costuma-se dizer que aves dessa mutação tem 75% de chance de serem fêmeas.calopsita lutinoEm alguns cruzamentos também é possível saber o sexo dos filhotes nascidos, mas cada caso é um caso.e além de tudo nada é certo ...certeza do sexo em si, somente pelo exame de sexagem (DNA), o exame é bem simples e não custa mais que R$ 12,00 por ave, basta acessar o site de um dos Laboratórios, os passos são :1º - faça seu cadastro ;2º - solicite o kit coleta de penas para o exame de sexagem;3º - pague o valor;4º - basta aguardar, ao chegar o kit, é necessário arrancar 6 penas do peito da calopsita e enviar para o laboratório, dentro de alguns dia sai o resultado online e já pode conferir pelo site.*fotos retiradas do google e algumas minhas.Bom é isso, espero que todos entendam e que seja de grande ajuda !Abraço !
  4. 4 points
    Oi galera; resolvi postar aqui, espero que, qualquer problema o(s) moderador(es) possam mover esse tópico para a sessão de artigos. Mas minha mãe e eu vimos que muitas pessoas não sabem como arrancar uma pena quebrada, e muita gente aqui anda perguntando como... Às vezes demora-se para responder as perguntas.Da primeira vez que uma psita nossa quebrou as penas, também entrei em pânico... Saí correndo até um veterinário às 8 da manhã, sozinha, de táxi, com o Shade na mão... Só depois aprendemos que é bem fácil.Resolvi fazer uma espécie de tutorial, com algumas fotos e desenhos para ajudar. Espero que seja útil.1) Pena quebradaGeralmente acontece por causa de pânico noturno; pode ser um pesadelo que a ave tem, ou uma que esbarrou na outra no poleiro dentro da gaiola, um vento, um inseto, qualquer coisa. Outras vezes o passarinho pode estar treinando vôo, fazendo exercício, bate a asa e quebra a pena.Na maioria das vezes são as penas da asa; penas do peito, cabeça e costas são flexíveis e normalmente não quebram. Pode acontecer com a pena do rabo, mas nesse caso só na raiz da pena.Aparência:Pena de sangue: Créditos da imagem: NCS-EUA (National Cockatiel Society)Essa é a diferença entre uma pena normal e uma pena de sangue.O canhão de sangue é na verdade a base da pena nova. Depois de pronta, ela só fica com a pontinha da raiz com sangue. Ela nasce como uma agulhinha na pele e vai crescendo, a ponta abre e surgem as pluminhas, depois o canudo de sangue seca e vai descascando até que a pena esteja completa. As penas "secas" que caem quando as calopsitas entram na muda, são penas que perdem o sangue da ponta e desprendem da pele para deixar novas nascerem. Todas as penas nascem com canhões de sangue, mas só as da asa e do rabo ficam com o sangue na raiz depois de crescerem.Pena quebrada:Às vezes você vai achar gotas de sangue no chão da gaiola, às vezes, uma pena quebrada. Examine bem a pena para ter certeza de que ela está inteira. Senão, vai ter que olhar as asas de todas as suas calopsitas/passaros para achar de quem era a pena. Quando a pena quebra e cai, normalmente há bastante manchas de sangue na asa."Kit" Pena Quebrada:O que você vai precisar para arrancar uma pena:1) Um alicate de bico fino, bem limpo ou até esterilizado. Lavo o meu com água e sabão, depois passo água oxigenada, álcool e enxaguo.2) Algodão ou cotonetes e soro fisiológicoCaso você precise limpar a asa para enxergar melhor a pena quebrada, limpe o local com um algodão ou um cotonete umedecidos com soro fisiológico.3) Pó hemostáticoDesses que se compra em farmácia, é pó de pedra hume e serve para parar sangramentos pequenos.Muita atenção com esse: é muito bom em caso de pena quebrada, mas nunca use em feridas grandes ou em patas, pernas e pés, porque pode causar problemas. Use somente para penas quebradas.Como usar: Caso o lugar onde a pena está tenha muito sangue, coloque umas pitadas de pó e aperte bem de levinho, pode esfregar um pouco para que enter embaixo das penas. Caso contrário, pode ser difícil encontrar a pena quebrada no meio do sangue.Espere alguns segundos e limpe o lugar com um algocão úmido com soro fisiológico para procurar a pena quebrada.Use o pó hemostático também depois de arrancar a pena. Mesmo quando se arranca o canhão inteirinho, há um pouco de sangue onde a raiz da pena estava."Como arrancar:1) Encontre a pena quebradaPrimeiro procure quem está com a asa machucada, se você tiver mais de uma calopsita. Segure-a firme mas sem apertar e abra a asa dela gentilmente, na direção normal de abertura dela. Nunca abra a asa da sua calopsita puxando ela para trás; sempre abra a asa de lado, paralelo ao corpo dela.Depois de achar a asa quebrada:Você vai precicar de um ajudante nessa tarefa; não adianta fazer sozinho, simplesmente porque não há como segurar a calopsita e arrancar a pena.Peça para seu ajudante segurar o pássaro de frente para você, com a barriga virada na sua direção e a cabeça para cima. A pessoa deve abrir a asa com sangue, onde estará a pena quebrada. Tenha certeza de que a pessoa está segurando o passarinho e a asa formes, sem forçar nada, senão eles podem se mexer enquanto você arranca e pode machuca-la mais ainda.Puxe as peninhas menores para os lados para encontrar a pena quebrada. ela vai estar com uma marca vermelho vivo no canhão, às vezes com arranhões pequenos.2) Segure firme com o alicateSegure a pena com o alicate, posicionando o bico do alicate acima da fratura do canhão. Nunca coloque o alicate embaixo do lugar com sangue, ou você pode quebrar a pena mais ainda e provocar um sangramento ainda pior.Essa foto é de algumas penas que caíram da asa do Nenê na noite de natal. Elas caíram inteiras, algumas outras quebraram e tivemos que arrancar. Estas três penas eram paralelas, todas da mesma asa e do mesmo lugar. Sempre guardei algumas penas das mudas dos nossos passarinhos; usei estas para mostrar como segurar a pena:3) Arranque a pena Deve-se puxar a pena na direção do crecsimento dela, como no desenho acima. Nunca puxe a pena para cima ou para os lados; sempre puxe para baixo. Segure firme com o alicate no canhão da pena e puxe de uma vez, bem rápido. Que nem puxar cera de depiação, hehe.Se você puxar devagar o canhão pode romper, e se puxar na direção errada, só vai machucar a pele da asa.Depois de arrancar, coloque algumas pitadinhas de hemostático no lugar em que a pena estava, e esfregue de leve para que o pó entre embaixo das penas. Assim o lugar da raiz do canhão não irá sangrar.Devolva sua calopsita na gaiola e aguarde alguns minutos, para ter certeza que ela está bem. Ele/Ela vai estar bem irritado, por causa do stress de arrancar as penas. Depois provavelmente vai se coçar um pouco e ajeitar as penas, e depois vai continuar o que estava fazendo.Bem acho que é isso, se esqueci de algo ou errei alguma coisa por favor me digam que arrumarei! Qualquer dúvida é só perguntar espero ter ajudado. Texto original da @Eollica, que gentilmente escreveu o guia e fez os desenhos.
  5. 3 points
    @VanessaHollier citou uma coisa importante em outro tópico. Nós compramos as aves dessas casas de rações achando que estamos salvando-as, mas na verdade estamos motivando a venda desses animais naquelas condições horríveis. Eles ficam anos e anos naquelas gaiolas, até alguém comprar (nem sempre as pessoas que compram, cuidam como se deve).Pensando bem comprar em agropecuárias é quase como comprar aves nativas ilegais, estamos movimentado um tipo de tráfico de animais, mesmo não sendo nativas daqui. O ideal é comprarmos de criadores.
  6. 3 points
    Olá pessoal... Ultimamente tenho observado pessoas que querem adquirir Calopsitas... Em apenas uma semana ouvi relatos de três pessoas que se diziam interessadas e ao serem questionadas do porquê querem esse animal, falaram que viram na internet calopsitas cantando e falando, souberam que é muito apegada ao dono, enfim... se apaixonaram, mas percebi que não tinham noção de como esse animal torna-se dependente do dono e como precisa de um tratamento diferenciado de outros animais domésticos. Foi então que decidi comentar um pouco do meu dia-a-dia com minhas duas calopsitas: - O quanto são sensíveis. Não podem ser criadas soltas, asas precisam ser aparadas; - Precisam de muito carinho e atenção; - Precisam de rotina e dedicação por parte do dono para que aprendam a cantar, falar... - Gaiola precisa ser higienizada diariamente. Precisam de banho... - Geralmente são barulhentas, na primavera então nem se fala, nem pensar em dormir até mais tarde (tenho dois e são bem barulhentos); - Podem ter pânico noturno; - No menor sinal de doença precisam ser levadas ao veterinário e uma consulta não é barato; - Se o dono viajar não pode deixa-la sozinha em casa, o melhor a fazer é levar junto ou deixar com alguém de extrema confiança, de preferência que tenha experiência com aves. Se optar por levar junto dependendo do local vai precisar de um atestado de saúde de um veterinário. - Vivem mais do que um cachorro ou gato; - Se sentem a falta de uma pessoa da família que possa ter viajado chegam a ficar doentes... etc... etc... Assim que ouviram meu relato que inclusive acabou com o comentário de que eu não terei mais calopsitas devido a responsabilidade, ficaram pensativas. Enfim, esse post tem a intenção de fazer com que proprietários de calopsitas tenham o cuidado de não incentivar a comercialização desses animais. Acredito que muitas pessoas que compram não tem a menor ideia de como eles são frágeis e precisam de cuidados, eu mesma não tinha ideia e depois de muitos erros e ainda aprendendo muito, não desejo mais ter calopsitas e olha que os amo muito. Além disso, não é raro ouvir de pais que compram uma calopsita de presente de aniversário para uma criança de 2, 5, anos, como se fossem brinquedos... aí poucos dias depois acontece algum acidente e procuram o blog para pedir opinião do que fazer... é triste! Sem contar que em pet shop e muitas agropecuárias os animais são tratados como mera mercadoria, inclusive aqui no blog já vi relatos de pessoas que acabaram comprando calopsitas mais velhas, ariscas e até mesmo doentes pois não aguentaram ver a forma como estavam sendo tratadas apenas como reprodutoras. Sei que aqui nesse blog tem pessoas que criam calopsitas para vender, não julgo, não é minha intenção difamar nada, apenas deixar claro que quem adquire deveria ter o mínimo de informação antes de decidir por comprar ou adotar um anjinho desses. Enfim... escrevi apenas com o intuito de chamar atenção para que possamos repensar a forma como estamos propagandeando esses anjinhos, (deixando claro que eu me incluo nisso). Se por um acaso mostrar uma foto ou vídeo com as qualidades da sua ave, acho importante enfatizar os cuidados que diariamente tem com ela. Me corta o coração saber que muitos são tratados como mercadorias, objetos. Não indico pra ninguém a compra de uma calopsita. Espero ter me expressado corretamente. Ninha*
  7. 3 points
    O cantinho das minhas calos! São troncos naturais! Comprados em loja de Aquarismo, elas amam beber água na cascata! São criadas soltas aqui em casa! Amam o cantinho delas!
  8. 3 points
    Estou doando 5 filhotes de calopsita, que estão na data de criação do tópico com no máximo 15 dias. Não tenho como ficar com todos por conta de espaço. Os filhotes só serão doados para pessoas que comprovadamente possuam experiência com calopsitas e que os tratem da melhor forma possível. Os filhotes podem ser adotados individualmente sem problemas.
  9. 3 points
    Beleza pessoal? Vim falar um pouco das minhas impressões sobre a nova ração da marca Reino das Aves: Extra Gold Calopsita Frutas. Vão aí os meus prós e contras. Claro, é uma avaliação minha, um criador amador (com um casal de calôs). PRÓS: Preço: Nesse quesito a ração está dentro da média, visto que o pacote com 400 gramas sai na loja virtual da marca por R$11,00. Comprei numa promoção do site, que ao comprar 2 pacotes, o frete saía por R$5,00 pra SP, MG, RJ e ES. Embalagem: excelente, igual a da MegaZoo, laminado por dentro pra impedir a ação da luz e com sistema abre fecha. Aparência geral: Ração com ótima mistura de frutas , na medida ideal. Sem nenhuma adição de corantes artificiais. Algumas rações em formato de coração são maiores,em coloração vinho. Essa coloração, segundo o fabricante é devido a presença de beterraba, ou seja, colorida com corante natural. É a ração mais cheirosa que já comprei. CONTRAS Tamanho dos grãos: infelizmente parece que a Reino das Aves se inspirou nos grânulos da Nutrópica, que são bem grandes, portanto não gostei disso. Além disso, as rações em formato de coração, são bem maiores, apesar de serem lindas. Textura dos grãos: Um pouco mais crocantes que os da Nutrópica. Minhas calopsitas não conseguem de forma alguma quebrar os grãos da Nutrópica, tentei 3 pacotes e nada. Hoje, awui em casa eu alterno entre Alcon e MegaZoo ( comem demais as 2). Já essa, eles comeram tanto a de coração , como os grãos normais. Ainda assim, vc vê pedaço de ração fazendo a"linha SuperMan", voando pra todo lado. Composição: Segundo a composição, vem com nucleotídeos e enzimas que ajudam na digestão e o aproveitamento dos nutrientes. Comparei a composição das vitaminas de MegaZoo, Alcon Club e Reino das Aves. Nisso a nova extrusada está muito bem, pois mostra as mesmas vitaminas e minerais das demais e a quantidade está na média, tendo mais de algumas vitaminas e menos em outras, mas sendo ainda assim de excelente composição. Seguem abaixo algumas fotos caseiras pra poderem comparar os grãos da nova ração com a Alcon Club que estou dando atualmente. Espero ter ajudado um pouco. Grande abraço!!!
  10. 3 points
    To tentando relaxar, parece que eu que vou ter os filhotes kkkk muito nervosa e preocupada com tudoo!
  11. 3 points
    @Alex Jamberci, na ordem: - Canela - Cinza Silvestre - Pérola Canela - Pérola - Cinza Silvestre - Cinza Silvestre (esses dois últimos ainda estão com os canhões, mas acredito que sejam Silvestres mesmo) Todos Cara Amarela, portadores de Cara Branca. Como sua fêmea apresenta Canela, os filhotes com essa mutação podem ser de ambos os sexos. Já os Pérolas serão fêmeas, pois é uma mutação sexo-ligada que o macho porta. Os Silvestres também podem ser de ambos os sexos, mas mais provavelmente machos.
  12. 3 points
    Vitamina não é remédio. Se a ave se alimenta bem, não precisa de vitamina. E o fato de ela, "aparentar" estar bem não significa que esteja bem. Eu tinha um Lutino que adorava ficar no meu ombro, mas não aceitava carinho. Brincava, cantava, se alimentava bem e as fezes estavam normais. Certo dia ele abaixou a cabecinha para que eu lhe fizesse carinho. Foi o suficiente para que eu o levasse imediatamente ao veterinário, mas nada mais podia ser feito. Pode ser que sua ave precise apenas readequar a alimentação ou que esteja passando muito tempo sem se alimentar. Se for fêmea, Setembro é o principal mês em que procriam na natureza, então as fezes costumam se alterar. Até mesmo períodos de stress alteram a consistência das fezes. Mas também pode ser que ela esteja bebendo muita água por estar com algum outro problema. Na pior hipótese, poderia estar com problema nos rins. Então, se a situação não se altera em 1 ou 2 dias, faça como os colegas disseram. Faça um check-up na ave e durma tranquilo. Não dá pra perder tempo tentando adivinhar o que ela tem, ou se tem algo. Não dá pra arriscar. Você tem essa companheira há anos e criou um vínculo afetivo. Não dê chances para o azar. O tempo não volta atrás.
  13. 3 points
    Me parece uma Cara Branca Canela. Se for macho, após a troca de penas o rosto ficará branco e o corpo canela. Se for fêmea, continuará como está. Caso ela tenha mais de 6 meses de idade, é uma fêmea.
  14. 3 points
    É macho, com certeza. Na natureza eles possuem esta cor, e as fêmeas são toda cinza, inclusive a cara.
  15. 3 points
    Olá pessoal Ontem nasceu o último filhote de três ovinhos, infelizmente os pais acabaram jogando um sem querer da gaiola kkkk Pela primeira vez saíram dois branquinhos, geralmente amarelos e um branco kkkk Sei que não vão ser albino kkkk pela mutação dos pais, quero que cresçam logo
  16. 3 points
    Oi gente! Minha primeira postagem aqui no fórum! Estou amando tudo que estou aprendendo e em especial as ideias do que podemos fazer em casa pros nossos penosinhos... Vim compartilhar o primeiro brinquedo que eu fiz, inspirado em ideias inclusive que vi por aqui no fórum. Tem selo de aprovação do Chiquinho...
  17. 3 points
    Pra sair filhotes albinos o macho tem qe portar o cara branca e o lutino. Pra sua femea albina vc pode comprar outro albino, um cb que porte lutino, ou um lutino que porte cb. Se vc comprar um cb e ele não portar o lutino, não vem albinos. O msm pro lutino se n portar cb ,n vem albinos
  18. 3 points
  19. 3 points
  20. 3 points
    Pessoal, esse vídeo é sobre o desenvolvimento embrionário de galinhas, mas em muito se parece com o de nossas calopsitas, por isso acho legal compartilhar.
  21. 3 points
    GUIA PARA CRIAR CALOPSITAS À MÃO Fotos e texto baseado no tutorial de MariBichos – Espanha TRADUÇÃO e ADAPTAÇÃO: ma_zinho A intenção dessa guia é ensinar a dar papinha aos filhotes de calopsitas que foram retirados do ninho na idade correta para serem criados manualmente, já que assim eles crescem mais mansos e são mais dóceis. Também serve para os filhotinhos que foram retirados do ninho antes da idade correta por necessidade (os pais não o alimentavam ou qualquer outro problema). Idade do filhote – Horário de alimentação – Quantia em ml 1 a 4 dias ---------- A cada duas horas ------ 1 a 2 ml. 5 a 7 dias ---------- A cada três horas -------- 2 a 3 ml. 8 a 14 dias --------- 5 vezes ao dia ----------- 4 a 6 ml. 15 a 20 dias --------- 4 vezes ao dia ---------- 7 a 10 ml. Temperatura que deve ter o alojamento da cria: Idade do filhote - Graus Celsius. 1 a 5 dias --------- 34 a 35ºC 6 a 9 dias --------- 33 a 35ºC 10 a 14 dias ------ 32 a 33ºC 15 a 21 dias ------ 30 a 32ºC Quando retirar o filhote do ninho? Em condições normais, o filhote deve ter de 20 a 25 dias de vida, pois nessa idade os pais já transmitiram as defesas deles junto com a comida que os alimentava e porque nessa idade ele está forte e grande para conseguir sobreviver sem efeitos adversos. O “franguinho” vai sentir o mesmo carinho por você que se tivesse sido criado desde recém nascido. Para ter uma idéia do aspecto do filhote, ele deve ser mais ou menos assim: Dá para ver o filhote cheio de canhões de pena e com as uma parte das penas das asas já formadas. Se a cria não for retirada antes dos 30 dias de vida, estará com quase todas as penas formadas, e a adaptação à seringa e a perda do medo fica muito complicada. Não é impossível, mas não há duvidas de que a idade ideal é entre os 20 a 25 dias de vida. Onde podemos pôr o “pintinho”? Existem muitos lugares onde podemos simular um ninho. Não aconselho usar papelão ou madeira, pois os excrementos dos filhotes que comem papinha são muito líquidos e a caixa ou lugar onde estiver seria difícil de limpar, e a limpeza é muito importante nessa fase da calopsita. Os próprios pais não defecam dentro do ninho, eles agüentam e só excretam quando saem de lá. Recipientes ideais: Tupperware de plástico: tem que ser bem grande e sem a tampa ou com uma tampa de malha de plástico. É muito importante não usar a tampa do tupperware furada sem antes ter a certeza da temperatura que pode alcançar o interior do recipiente. Fauna Box ou Aqua Terrário: é o mais cômodo e fácil. É aquele pequeno recipiente de plástico com a tampa colorida e com alças. Costuma ser um aquário ou um terrário para répteis, pois tem o teto preparado e adaptado para ter animais, tem uma ótima ventilação e é totalmente seguro, ou seja, o animal não pode fugir de lá. A vantagem do plástico é que dá para limpá-lo bem. O próximo passo para preparar o recipiente é forrá-lo com um papel de cozinha absorvente (ou guardanapo de papel) e, em cima do papel, colocar uma capa de serragem para hamster. Atenção não use nunca serragem normal, porque contém pedaços de madeira que poderiam introduzir-se nos olhos da calopsita e em outras partes sensíveis do corpo. A serragem de hamster é suave e macia, não machuca como a serragem normal. Os panos ou guardanapos também não são recomendados, já que depois de cada refeição, os filhotes têm tempo suficiente para explorar o seu novo ninho, enroscar o dedinho no pano e machucar uma unha ou fraturar um pezinho. Lembre-se que os ossos ainda não são tão fortes como os de uma calopsita adulta. A caixinha com o filhote deve estar em algum quarto tranquilo, longe dos barulhos normais de uma casa e também longe de uma janela. Com os filhotes muito pequenos, podemos deixar a caixinha mais escura pondo um pano ao redor do recipiente, mas lembre-se de nunca tampar a saída e entrada de ar, o pano é ao redor, e não por cima. A cria com 20 días já pode receber a iluminação normal de um quarto. Ainda não está preparada para o sol, mas já pode ficar em um local com iluminação normal. Devemos trocar a serragem ao minimo sinal de umidade ou mau cheiro, mas não é necessário trocá-la todos os dias quando só tem um filhotinho. Também será preciso lavar a fundo o recipiente de vez em quando. Particularmente, eu o lavava todos os días e assim, sempre estava bem limpinho. Temperatura O filhotinho sempre tem que estar bem aquecido dia e noite, principalmente se estiver sozinho, pois não vai ter os irmãos para aquecê-lo. Por tanto, depende da parte do Brasil ou do mundo que você estiver, precisará de uma fonte de calor, que poderá ser: 1) MANTA ELÉTRICA Uma manta elétrica é a melhor solução, como a que aparece mais abaixo. Deve estar embaixo do recipiente, não pode queimar e sempre deve haver papel entre a manta elétrica e o recipiente. Para não queimar, devemos ajustar a potência da manta e controlar a temperatura no interior da caixinha colocando mais ou menos papel entre a manta e a caixinha. O melhor papel é o jornal que, além de tudo, atúa como uma capa térmica. Quanto mais papel você colocar entre o recipiente e a manta, menos calor vai chegar ao interior da caixinha, o que o permite controlar a temperatura. Particularmente, recomendo fazer um teste antes de colocar o filhote, pois é importante saber a teperatura que vai fazer no interior do recipiente. Também é importante deixar um termômetro dentro, ja que precisaremos saber a temperatura que faz lá dentro. O recipiente nunca deve ser colocado diretamente em cima da manta elétrica ou poderia derreter. 2) PEDRA TÉRMICA PARA RÉPTEIS Uma pedra térmica para répteis, sempre embrulhada em um papel para estar quente mas sem queimar. Infelizmente os répteis sempre terminan se queimando quando os donos põem esse tipo de pedras, o que significa que devemos ter o dobro de cuidado com as calopsitas. 3) LÂMPADA DE ESCRIVANINHAS Uma lâmpada de escrivaninhas, mas cuidado, o problema deste tipo de calor é que se a luz queimar, o filhote deixará de receber calor imediatamente. A luz também não é necessária e até podería incomodar a cría. Dependendo do que tivermos em casa ou do que pudermos comprar, poderemos optar por uma das opções acima, mas sempre lembrando que o calor é muito importante, principalmente de noite. Se ver que a calopsita está desanimada, também pode ser porque falta calor. O calor tem uma explicação: as aves têm uma temperatura interna superior à temperatura dos mamíferos. Para os humanos, 37ºC, 38ºC e 39ºC é ter febre, mas para as aves é uma temperatura normal. Por isso é importante mantê-las quentinhas, porque o frio causa mal-estar nas aves e elas são mais sensíveis ao frio que nós justamente porque a sua temperatura é superior à nossa. Se você perceber que os pezinhos da calopsita estão um pouco frios, não se preocupe, pois eles têm um mecanismo especial de refrigeração e costumam estar uns 4ºC abaixo da temperatura corporal. Preparando a papinha. Aconselho usar um copo raso e com a base grande, melhor se for de plástico mas pode até ser uma xícara de café, mas com cuidado para não cair no chão e quebrar. Usar sempre o mesmo copo para preparar a papinha é a melhor opção. Esse copo vai ser usado, no mínimo, 3 ou 4 vezes ao dia e vamos ter que mantê-lo limpo. Somente devemos usar as papinhas específicas para calopsitas. Como medida de urgência e, só como urgência, vamos poder usar uma papinha de cereais para bebês ou farinha de rosca para preparar papinha. Infelizmente, não posso aconselhar vocês de qual é a melhor marca, pois na Espanha existem outras marcas, mas algumas pessoas me disseram que a marca CC-Albium não tem nada de ruim, pois é a mais fácil de encontrar e não deu nenhum problema. Existem outras marcas como Megazoo, Alcon e Nutripássaros, mas vai depender de cada um e da experiência que teve com as marcas. Aqui, usei uma marca que se chama Psittacus, e foi boa. Para preparar a papinha vamos usar água comprada no supermercado, ou seja, engarrafada, pois é uma água esterilizada e tem poucos minerais. O primeiro passo é esquentar a papinha no microondas ou em uma panelinha pequena no fogão. Não é preciso deixar ferver, mas, se quiser, pode deixar. O segundo passo é colocar um pouco de água no copo ou xícara e adicionar o pó da papinha. Vamos mexer sem parar, sempre evitando deixar bolinhas de papinha. Na medida em que a papinha vai ficando homogênea, vai perdendo o excesso de temperatura. A consistência da papinha é parecida a de um purê de batatas um pouco mais líquido que o normal. Como se fosse uma papinha de bebê. Nem muito liquido, nem muito grosso. O próximo passo é dar a papinha ao pássaro. A temperatura ideal ronda os 40ºC e sempre temos que comprovar se a temperatura da papinha é ideal. Por isso vamos colocar um pouco da papinha no punho, como se fosse o leite da mamadeira de um bebê. Se estiver bem quente, mas não queimar, significa que está boa. Se estiver fria, temos que esquentá-la um pouco (no microondas ou no banho Maria), sempre mexendo bem depois para não ficar pontos de calor dentro da papinha. Se estiver quente, temos que mexer um pouco mais para esfriá-la para não queimar o papo do nosso animal. Quando, quanto e como dar a papinha A papinha deve ser dada com uma seringa (sem agulha). Recomendo as de 5 ou 10ml. Se o filhotinho foi comprado de um criador, ele mesmo deveria te dar um filhote que já estiver acostumado a comer papinha na seringa, mas se o filhote ainda não estiver ou se nós mesmos tirarmos ele do ninho, temos que esperar o papo dele esvaziar completamente antes de dar a primeira dose de papinha, pois ele ainda vai ter restos de sementes e da comida que os pais dele deram e não se pode misturar com a papinha. É normal que o filhote se assuste e bufe para nós, afinal ele não nos conhece. Não se preocupe se ele começar a bufar, porque quando ele tiver muita fome e bufar, vamos aproveitar que ao bufar ele abre o biquinho e vamos dar um pouco de papinha para ele experimentar e saborear. Cada vez que ele abrir o bico, vamos dar pouquíssima papinha, só uma ou duas gotas para ele não poder agitar a cabeça e esparramá-la para fora do bico. Vamos repetir esse procedimento várias vezes até ver que o papo do bichinho tem comida suficiente para agüentar pelo menos 1 hora sem comer. Quando o papo estiver vazio de novo, vamos fazer a mesma coisa até ele aprender que a seringa significa comida (em mais ou menos 2 ou 3 vezes ele aprende) e perder o medo de nós. Quando isso acontecer, vamos começar a dar as doses completas de papinha na hora certa. Durante esse procedimento, temos que manter a temperatura da papinha, pois não pode esfriar. Para isso, vamos colocar um pouco de água morna em um copo onde deixaremos a seringa quando não a estivermos usando, igual ao vídeo que está mais abaixo. Isso é muito importante, principalmente quando temos que dar papinha para vários filhotes e ainda não temos prática. Aqui vocês podem ver um agapornis pedindo comida. A calopsita faz a mesma coisa: http://www.youtube.c...s&v=j1ENGofM9Vo A forma mais adequada de dar a papinha é colocando o filhote de olhando para nós e pondo a seringa à direita do bico. Se colocarmos na parte esquerda, a papinha poderia ir para a traquéia e, se cegar aos pulmões, poderia morrer por asfixia ou pneumonia por aspiração. O filhotinho que tiver mais de 20 dias de vida e ainda não comer nada sólido por conta própria, tem que comer no mínimo uns 15ml 3 vezes ao dia. De manhã bem cedo, ao meio-dia e de noite. O ideal seria dar uma dose de papinha de tarde também, que seria o café da tarde da cria. É muito importante não dar a próxima dose de papinha se o papo do animal ainda não estiver completamente vazio. Não precisa levantar de noite para dar papinha, pois os pais não o alimentam de noite, estão dormindo no ninho. Só temos que observar bem o papo para ver se está vazio antes de dar a próxima dose porque, se não estiver, a próxima dose de papinha que dermos pode fermentar e o filhote pode morrer. Mais abaixo está um exemplo do papo vazio e do papo cheio, para quem não tiver noção de como é: Calopsita com o papo vazio -------------------------------------------------------------- Calopsita com mais de 10ml de papinha Quando a calopsita e o dono adquirirem pratica, o dono vai demorar só alguns segundos para encher o papo do animal e quase sem se sujar, igual ao vídeo mais abaixo. Para dar a papinha temos que segurar um pouco a cabecinha do animal, com cuidado e sem machucar, e não apertar muito a seringa. Vamos dar só o que o filhote é capaz de engolir para a papinha não escorrer para fora do bico. Se a cria se sujar, vamos limpá-la com um pano ou guardanapo de papel levemente úmido e no mesmo momento em que acontecer. Num instante esse filhote de calopsita comeu 11 ml de papinha sem derramar nenhuma gota e sem se sujar: http://es.youtube.co...h?v=0-HfbF6JQdQ É muito importante não guardar papinha feita porque ela pode fermentar e ser um foco de fungos. Cada vez que formos dar papinha, vamos ter que prepará-la. Nas primeiras vezes é normal fazer muita papinha ou fazer pouca papinha, mas com o tempo você vai aprender a fazer a quantidade certa. Depois de dar a papinha, vamos ter que lavar bem todos os utensílios com água. Não precisa esterilizar se não quiser. A quantidade e freqüência da dose a dar têm que corresponder com a idade do filhote, com o seu desenvolvimento e com o apetite que ele tiver, ou seja, temos que respeitar às doses de papinha (as vezes que damos papinha) e a quantidade de ml que vamos dar, mas sempre tendo um pouco de sentido comum. Resumindo, temos que encher o papo com o cuidado de nunca dar papinha se ainda tiver papinha da dose anterior no papo do pássaro. Gaiola e independência Com mais ou menos 30 dias, vai dar para perceber que o Aqua terrário vai começar a ficar pequeno para a calopsita. Antes ela ficava horas dormindo na sua caminha macia e agora ela não para de esticar e bater as asas, além disso, ela começa a bicar e brincar com a serragem de hamster no fundo do recipiente. Esse é o momento de começar a acostumar o filhotinho com a sua nova casa, que será a sua gaiola. Nos primeiros dias, vamos colocá-lo só um pouquinho, 1h, 2h, depois mais e mais horas até passar o filhote para o Aqua Terrário ou Fauna Box só para dormir. Ao redor dos 45-50 dias, já podemos tentar deixá-lo dormir na gaiolinha. Um bom conselho é forrar uma parte do chão da gaiola com jornal e colocar papel de cozinha por cima do jornal para eles aprenderem a andar entre as barrinhas de metal da gaiola, senão, vai resultar um pouco incômodo para eles caminhar, pois os seus pezinhos vão atravessar constantemente as barrinhas do chão. O papel de cozinha por cima do jornal serve para eles não poderem bicar e engolir jornal, pois contém tinta e pode chegar a ser tóxico. Essas calopsitas da imagem acima estão quase prontas para começar a ir para a gaiola durante pouco tempo. No entanto, esta calopsita já está reparada para passar o dia na gaiola e voltar para a sua caminha só de noite. É claro que vamos ter que colocar os poleiros bem baixinhos para a calopsita se acostumar e se familiarizar com o entorno e aprender a se ir de um poleiro a outro sem dificuldade. Quando percebermos, depois de alguns dias, que ela já tem mais confiança com os poleiros, podemos subí-los à sua posição normal. Muitos criadores oferecem comida às ninfas quando elas ainda estão no fauna box. Eu recomendo oferecer a comida só quando a ave estiver na gaiola, em potinhos ou comedores de fácil acesso. Vamos oferecer pouca quantidade e muita variedade desde o primeiro dia em que colocarmos o filhote na sua nova casa, para ele começar a se interessar pela comida. Uma mistura de painço, pão (não precisa ser do dia, mas também não pode ser duro como uma pedra), painço no ramo, semente de girassol, verduras (principalmente as folhas verdes, alface, acelgas e similares), ração para calopsitas se tiver e alguma fruta como, por exemplo, a maçã e a pêra também pode colocar. Se bem que as calopsitas não gostam muito de frutas. Tem que tomar cuidado com a alface porque tem efeito laxante e um excesso desta verdura pode provocar diarréia. Os brócolis cozido também é bem apetitoso e as calopsitas adoram. O painço diretamente do ramo é um dos cereais preferidos dessas aves. As minhas calopsitas gostam mais do painço que da semente de girassol. Também é ótimo para usar como prêmio na hora de educar a sua ave. A água também é muito importante, mas tem que ser em um bebedor ou em um recipiente pequeno onde a calopsita não possa cair dentro. Ela não se afogaria, mas poderia se molhar e ter problemas de digestão ou hipotermia. Não tem muito a ver com a papinha mas tenham cuidado porque nos primeiros dias que as calopsitas vão para a gaiola é quando elas voam por primeira vez, e cuidado porque elas não avisam e como nunca voaram antes, parecem um avião que vai batendo em tudo. Elas demoram um pouco em aprender a controlar o vôo, mas tenham sempre muito cuidados, nunca fiquem perto de uma janela, fogão, ou qualquer outra coisa que possa ser perigosa para a calopsita. O filhote, por puro instinto e curiosidade, vai começar a bicar os alimentos sólidos. Procurem manter as 3 ou 4 doses de papinha deixando o papo cheio o maior tempo possível e ainda assim veremos que falta um pedacinho de uma fruta, a folha de alface está roída e que tem algumas casquinhas de milho na gaiola. Quando isso acontecer, é o momento perfeito para retirar uma dose de papinha, que vai ser a dose que damos de tarde, observando sempre o comportamento da ave. No princípio convém manter as 3 doses de papinha, dando o que o filhote quiser aceitar, e na medida que a calopsita ficando independente, ela vai aceitar menos quantidade de papinha, menos de 15 ml em cada dose. E finalmente iremos tirando as doses de papinha até que a última dose for a dose de noite. Por exemplo: se a calopsita toma 3 doses de papinha, a primeira às 7h, a segunda às 15h e a ultima às 23h, a primeira que vamos tirar será a de tarde podendo dar 2 doses, às 8h e às 22h, depois tiraremos a dose de manhã e só daremos a dose da noite. Por último, vamos tirar a dose da noite, já que essa dose costuma ser mais um vínculo entre o dono e o animal do que fome. Importante: temos que deixar que seja o próprio filhote que marque a velocidade da independência, é impossível dizer quando uma cria vai ser totalmente independente, por isso temos que respeitar o ritmo da calopsita e prestar atenção no desinteresse da ave pela papinha ao longo dos dias que vão passando. Forçar a independência em um animal significa deixá-lo passar fome, emagrecer e ficar desnutrida e fraca pela falta de alimento. À calopsita que ainda não come nada sólido e que não tem muita fome, têm que dar papinha quantas vezes o filhote precisar, teja a idade que tiver. Já houve casos de filhotes que ficaram independentes em menos de uma semana e outros que estavam com o papo cheio de sementinhas e ainda assim pediam papinha como loucos, apenas por vicio ou pelo vinculo que a papinha cria entre a calopsita e o dono. Um vinculo muito bonito. Nesses casos, temos que ter paciência. Mais ou menos aos 2 meses de vida é quando a maioria das calopsitas se tornam completamente independentes completamente. Vai dar pra notar uma mudança na consistência das fezes, que serão mais líquidas do que quando comiam papinha, e terão carocinhos semi-sólidos. Nunca se deve oferecer papinha em um comedor na gaiola ou em qualquer outro lugar. Se tudo der certo, vamos ser donos orgulhosos de uma calopsita mansa, criada à mão, socializada e independente. Esta guia também é válida para pequenos psitacídeos, agapornis, periquitos, etc. Claro que a quantidade de papinha é variável, por isso convém se informar antes de criar outras espécies à mão.
  22. 3 points
    Em que aspectos a genética ajuda na criação?Os criadores de Calopsitas e/ou Psitacídeos de forma geral, dominando esta ciência, poderão melhor entender o que acontece em seus criadouros e optarem, com maior êxito, na seleção de matrizes objetivando avanços na produtividade e principalmente, na elevação do padrão técnico dos pássaros. Enfim a genética nos auxilia até na sexagem das aves. Definição:Genética é o ramo da Biologia que estuda a transmissão das características físicas e biológicas de uma geração para a seguinte, sendo considerada a ciência da hereditariedade. Essas características são armazenadas em estruturas especiais denominadas genes.Alguns termos utilizados frequentemente em genética:ZIGOTO: É a célula formada da união do gameta masculino (espermatozóide) e feminino (óvulo) que dará origem ao novo filhote.GENÓTIPO: É o conjunto de genes que definem a formação de todas as características do indivíduo. É o seu patrimônio genético.FENÓTIPO: É a aparência externa do pássaro. O Fenótipo depende dos genes que o pássaro possua em seu genótipo, mas também de uma série de outros elementos como: alimentação, ambiente, luz solar, etc.GENE: Elemento do cromossomo que condiciona a transmissão e a manifestação dos caracteres hereditários. A Transmissão Genética: A reprodução dos psitacídeos é sexuada, sendo o casal (pai e mãe) responsável pelas características do seu filho. É no ato da fecundação do óvulo pelo espermatozóide, que o zigoto se forma e recebe todas as informações dos pais que, em conjunto, definirão o Genótipo e a base do Fenótipo do pássaro a ser formado. As Mutações: Cinza ou Normal (Normal Grey): Essa é variedade selvagem original, que se encontra na natureza, com o corpo cinza e a bordas das asas brancas. Os machos tem a crista e a cabeça amarela, a fêmea é cinza amarelado com a cabeça cinza. Ambos têm na cara manchas arredondadas na cor vermelha, sendo que as fêmeas tem o tom de vermelho mais suave. A cauda do macho é totalmente negra, já na fêmea intercala negro com amarelo na parte de baixo. Em ambos os sexos, os olhos são marrons e o bico cinza escuro, pernas e pés, cinza escuro. (http://www.clubedascalopsitas.com.br)Foi a beleza de suas cores suaves que despertou no Homem o desejo de tentar reproduzi-lo em cativeiro, onde ocorram, aleatoriamente, inúmeras Mutações, isto é, modificações genéticas, que foram percebidas e fixadas pelo homem... Esta fixação no patrimônio genético da espécie, foi obtida através de cruzamentos entre pais e filhos, permitindo as variações belíssimas de cores e raças que hoje existem.Para melhor se informar mais sobre as mutações: http://www.clubedasc...+calopsitas.phpA mutação ocorre quando existe alteração em um dos genes, modificando algumas características esperadas nos filhotes. Quando ocorre uma mutação o gene passa a existir de duas formas distintas: -forma original (características já existentes)-forma mutante (nova característica)Exemplo 1:De um casal de Selvagens (Cinza ou Normal) nasceram filhotes Selvagens e Canelas. Observa-se que alguns filhotes possuem a característica esperada, ou seja, a cor Cinza. Os filhotes Canelas nasceram com características modificada, ou seja, a cor Canela, que, portanto, é uma mutação.Algumas informações para cores estão ligadas à informação do sexo que os pais transmitem ao filhote que neste caso, são chamadas de cores sexo-ligadas. Porém, outras estão livres da informação sexual, sendo elas Dominantes e Recessivas. Conhecendo Melhor os Tipos de Mutações:Enfocarei aqui a ciência de uma forma prática, sem me ater à complexidade das fórmulas genéticas e às análises mitológicas, que se fariam necessárias para maior aprofundamento no assunto. As Mutações Sexo-ligadas:Existem várias mutações de cores que se encontram ligadas à informação sexual, são elas: Lutino, Canela, Pérola, Cara Amarela...Nas mutações sexo-ligadas, quando os exemplares machos possuem certa mutação em seu patrimônio genético, podem se comportar de dois modos distintos:1-mostrando a mutação em seu fenótipo: neste caso são mutantes.2-não mostrando a mutação em seu fenótipo: neste caso são chamados de portadores.No primeiro caso, eles são chamados Homozigotos, possuem uma única informação genética. No segundo caso, eles são ditos Heterozigotos, pois possuem duas informações: uma original que prevalece no fenótipo e a outra mutante que fica escondida no genótipo.Atenção: As fêmeas deste grupo só podem apresentar a mutação em seu fenótipo, não podendo ser portadoras de qualquer destas mutações. São chamadas, por isto, de Hemizigotas, pois só recebem informações para cores sexo-ligadas fornecidas pelo pai. Estes termos utilizados acima podem ser melhor entendidos, lembrando o significado dos prefixos gregos usados para formulá-las:-Homo = igual;-Hétero = diferente;-Hemi = metade.No exemplo 1 anteriormente citado, o Macho Cinza Silvestre seria Homozigoto (não portanto nenhuma cor) se tivessem nascido somente filhotes Cinzas e/ou Silvestre. Porém, como nasceram filhotes Canelas, ele é dito Heterozigoto (portador de outra cor), ou seja, é um Cinza Silvestre portador de Canela.Quando uma cor se manifesta no Fenótipo “escondendo” o efeito de outra cor, ela é dita Dominante. A cor que ficou escondida é dita Recessiva (ou seja, dominada). Concluo que, para uma cor recessiva aparecer no fenótipo das aves, existe a necessidade desta estar em dose dupla no genótipo (informação fornecida pelo Pai e pela Mãe), porque se assim não for, ela ficará escondida pela cor dominante que estiver presente.Atenção: Todas as mutações sexo-ligadas são recessivas.Ainda em relação ao exemplo 1, podemos afirmar que os filhotes Canelas que nasceram são fêmeas, pois para que nascessem Machos Canelas, seria obrigatório que a reprodutora fosse Canela. Isto ocorre porque, quando a mutação é sexo-ligada, para que nasçam filhotes machos com fenótipo mutante, é obrigatório que esta informação genética seja transmitida pelo pai e pela mãe.Obs: Qualquer mutação recessiva sempre se comporta do mesmo modo, descrito acima. As Mutações Recessivas:A mutação é dita recessiva quando se faz necessário que ambos os progenitores sejam ou portem mutação recessiva, para que possam obter filhote da mesma mutação. Isso acontece porque a cor selvagem é sempre dominante em relação à mutação recessiva. São exemplos de mutações recessivas: Arlequim, Cara Branca, Fulvo, Pastel, Esmeralda, Prata Recessivo...A diferença chave entre a Recessiva e Sexo ligado, é que na sexo ligada basta você ter um exemplar macho para tirar filhotes fêmeas iguais ao pai e apenas os machos escondem / portam mutações, já nas mutações recessivas tanto macho quanto fêmeas portam/escondem mutações.Vamos ao exemplo? Exemplo 2: De um determinado casal MACHO INDEFINIDO x FÊMEA LUTINO, tivemos a seguinte ninhada: Filhote 1: Cinza SilvestreFilhote 2: LutinoFilhote 3: Arlequim CinzaCom Base que no que já foi dito ate aqui poderíamos tirar algumas informações sobre esse casal, vamos lá? 1° Como saiu filhotes Cinzas obrigatoriamente o macho tem que ser Cinza2° Opa, saiu um filhote Lutino e lutino é uma mutação sexo ligada, portanto o macho obrigatoriamente tem que PORTAR ou SER LUTINO, como tivemos filhotes Cinzas, obrigatoriamente esse macho em questão ESCONDE/PORTA a mutação3° NOSSA e agora saiu um Arlequim Cinza, como vimos se nasceu um filhote Arlequim obrigatoriamente o Macho ou PORTA Arlequim ou é Arlequim e que a Fêmea também tem que PORTAR Arlequim já que a mesma é LutinoResumindo, apenas com os filhotes desse casal chegamos a conclusão que:Obs: Lê-se / Portador deMacho: Cinza / Lutino e Arlequim ou Arlequim Cinza / LutinoFêmea: Lutino / Arlequim OBS: Para você ter um exemplar RECESSIVO através de cruzamentos na pior das hipóteses o macho tem que portar a mutação e fêmea também. As Mutações Dominantes:As mutações dominantes são aquelas que, quando cruzadas com animais standards, produzem descendentes na proporção de 50% standards e 50% mutantes. Ou seja, já na primeira geração nascem filhotes da mesma mutação de um de seus pais. Lê-se Standards para outras mutações seja ela recessiva ou sexo-ligada. São elas: Cinza Silvestre, Prata Dominante, Bochecha Amarela DominanteObs I: Uma calopsita nunca será portadora de uma mutação dominante, isto é, sua mutação é visível ou não. Obs II: Aves Dominantes podem PORTAR mutações Sexo-Ligadas e RecessivasExemplo3:Um casal - Macho Prata Dominante e Fêmea Silvestre tiveram 4 filhotes são eles:Filhote 1: Cinza SilvestreFilhote 2: Arlequim SilvestreFilhote 3: LutinoFilhote 4: Prata DominanteCom Base que no que já foi dito ate aqui poderíamos tirar algumas informações sobre esse casal, vamos lá? 1° Tivemos Filhotes Arlequim no cruzamento de dois dominantes e como já vimos para termos um recessivo no mínimo ambos os pais tem que portar a mutação, então tanto o macho como a fêmea PORTAM a mutação Arlequim2° Tivemos um filhote lutino, podemos afirmar que esse filhote é uma fêmea e que o pai PORTA a mutação lutino tendo em vista que é uma mutação sexo-ligada e na mesma fêmeas não portamEntão temos:Macho Prata Dominante / Lutino e ArlequimFêmea Silvestre / ArlequimAproveitando o mesmo exemplo 3 seria possível desse casal nascer APENAS Filhotes Cinzas Silvestres? Sim seria possível! Na genética a probabilidade incide sobre cada OVO, esse exemplo 3 as possibilidades desconhecendo o que cada ave PORTA seria:50% de chances de Filhotes Pratas Dominantes50% de chances de Filhotes Cinzas SilvestresSeria para a natureza como se a cada vez que a fêmea colocasse um OVO um dado contendo os números 1 e 2 fossem lançados, onde o 1 seria para que o ovo carregasse a mutação Prata Dominante e 2 a mutação Cinza Silvestre. Se jogarmos um dado de dois números quatro vezes existe uma probabilidade baixa de o mesmo numero se repetir por quatro vezes seguidas, assim funciona a genética.Assim encerro essa primeira parte sobre genética, volto em breve com noções de probabilidades de cruzamentos.Abraços.Marcus Maia.
  23. 2 points
    Cobasi (frete mais barato), terra dos pássaros (melhor site, porém frete lá em cima). Entrega como qlqr encomenda.
  24. 2 points
    Durante a muda o comportamento das aves pode mudar ou não, umas continuam com vivacidade, cantam (depende da espécie também), enquanto outras ficam mais quietas e paradas nesse período. Uma das coisas que pode te ajudar nessa época é a alimentação reforçada, com uso da farinhada (a base ovos é uma boa opção), frutas, legumes, milho verde cozido, etc. Isso ajuda elas a se manterem fortes pra passar por esse processo, que dependendo do caso, pode ser muito exaustivo. Seja bem-vinda ao clube!
  25. 2 points
    Estes dias os meus tiveram pânico noturno, e é difícil até mesmo saber o que os assustou. Deixei a luz do corredor acesa, para que eles não fiquem na total escuridão mas também não fiquem em local totalmente iluminado. Isto costuma resolver....uma luz indireta que não os incomode para que eles não fiquem em ambiente totalmente escuro.
  26. 2 points
    Infelizmente ela ainda vai acordar. Com o tempo ela vai acostumar, mas fique atenta para panicos noturnos. Quando o lugar é muito barulhento a ave pode se assustar durante a noite e ter ataques de panico. Esteja sempre atenta para isso. Mesmo depois que ela acostumar, ela deve acordar a noite, portanto é importante respeitar o horário de descanso delas. Aves não são animais noturnos, portanto assim que escurecer, você coloque-a para dormir. Isso vai melhorar o descanso dela e não vai prejudicar a saúde mesmo ela acordando uma vez ou outra durante a noite.
  27. 2 points
    Sem dúvida. Quanto mais contato as calopsitas tem com humanos, quando filhotes, mais dóceis e apegadas se tornam. Se quase não tem contato até os 30 dias de vida, a chance de que cresçam mais ariscas e independentes aumenta muito. A sua ave já demonstra ser apegada a você, e isso não mudará. Não sei se eles pensam que somos pais deles, mas com certeza nos reconhecem como aqueles que suprem todas as suas necessidades, como afeto, segurança e alimentação. Acho que para eles somos uma mistura de pai, mãe e divindade. Somos parte do bando
  28. 2 points
    Poxa amigo, é difícil falar tudo aqui assim. O ideal é conferir os tópicos que a maioria das informações estarão já aqui. Mas vou com algumas dicas: Alimentação: Aumente ao máximo a disposição de alimentos, quanto mais alimentos mais eles se sentem seguros para reproduzir e alimentar bem os filhotes. Eu pessoalmente quando chocam coloco ovo todos os dias, pois é um alimento de ingestão fácil e que eles adoram para esse período. Outra dica é variar. Não dê apenas sementes, ofereça extrusada, verduras e legumes (os meus não comem fruta, então nem coloco), milho (pre cozido), couve, cenoura, beterraba são os favoritos na minha casa. Lembrando que couve em excesso pode provocar diarreia neles e o milho tb não pode ser oferecido em excesso. Cuidados: Proteja ainda mais as aves no período noturno, tampe a gaiola (use toalhas, mantas etc), proporcione um ambiente sem ventos, tranquilo e escuro para elas. - A partir dos 10 dias de idade comece a trocar a serragem (maravalha), do ninho, seja breve e evite ficar estressando as aves. Tire aquela suja e coloque outra limpa para manter os filhotes limpos e aquecidos. Depois de uns 15 dias de nascidos você terá de observar com frequência a quantidade de fezes no ninho para fazer a manutenção do mesmo. - Não de remédios as suas aves por conta própria. Já ouvi várias pessoas que criam aves falando: Tiveram filhotes? Coloque vitamina, dê antifúngico, faça isso, faça aquilo outro, não há necessidade alguma de medicar aves tanto no período de procriação quanto nos períodos normais. Se achar que suas aves estão tristes ou desnutridas, leve a um veterinário. - Apenas lembrando que filhotes de 25 dias já voam longe, então nesse período tome cuidado ao abrir o ninho e realizar a limpeza pois já vi casos de filhotes que fugiram nessa idade. Acho que é isso. Existe muita coisa a ser dita, mas tenho certeza que com um pouco de curiosidade e tempo você achará suas respostas bem rápido aqui no fórum.
  29. 2 points
    Oi, Diogo. Elas são amáveis, você vai ver. Crista em pé quer dizer que ela está em estado de atenção, provavelmente assustada com alguma coisa. Como ela acabou de chegar na sua casa é normal esse comportamento, até ela se adaptar. Deixa a gaiola dela num local calmo, sem barulhos ou gente passando o tempo todo. Se ela gosta de estar com você não tem problema, mas como você passa algumas horas fora, não deixe que ela se acostume a comer perto de você, só na gaiola. E também sobre a gaiola, não sei qual o tamanho da sua, mas o ideal é uma gaiola bem espaçosa, com brinquedos pra ela se distrair, evita o estresse e futuros problemas de comportamento. No caso de você precisar passar muito tempo fora, eu aconselharia arrumar uma compainha para ela, calopsitas não gostam de ficar só. Se ela está voando alto ou longe demais, precisa aparar as duas asas, corretamente pra não ter acidentes. Vou deixar fotos aqui como exemplo do corte. (Eu particularmente corto todas, inclusive as duas últimas penas grandes que ficaram como tá na foto, assim evita de enroscarem nas grades da gaiola.)
  30. 2 points
    Boa noite! Não é normal todos os filhotes serem pequenos e demorarem a desenvolver. Só entraria em um problema genético caso os pais fossem irmãos ou pai/filha etc. E ainda assim, não é muito comum. Tente observar se seu casal apresenta placas brancas na língua ou embaixo dela. Observe as fezes do seu casal. Avalie também a alimentação que você dispõe aos pais durante a reprodução (precisa reforçar a alimentação muito antes de iniciar a postura pois uma alimentação pobre em nutrientes pode induzir a postura de ovos "fracos" onde os filhotes tendem a morrer antes de nascer ou quando nascer, apresentam dificuldade de crescimento e sistema imunológico sensível). Ofereça uma boa variedade de alimentos e certifique-se que os pais não apresentam alguma patologia, algumas doenças afetam e muito no desenvolvimento dos filhotes e também na quantidade de filhotes sobreviventes por ninhada. Seu casal precisa tirar umas férias. É bom usar esse período para tentar ganhar a confiança do macho, o comportamento dele está relacionado ao estresse que a sua presença causa, ele fica com medo e acaba descontando na fêmea. Bj
  31. 2 points
    Bom dia. Belas aves. O Kiko certamente porta canela ou pérola por isso a diminuição da coloração cinza (tenho um macho muito parecido e porta pérola). Pipoca é uma fêmea albina (lutina cara branca). Observe a cor dos olhos dela, se forem escuros/cinza ou azulados, possivelmente ela porta arlequim. Se for um vermelho vivo, não porta. Jennifer é um macho lutino canela. Observe a coloração dos olhos dele também. Jhon Snow (adorei o nome) é um arlequim cinza, parece ser um macho. E se for, porta INO então caso queira ter fêmeas e machos albinos, sugiro cruzar ele com uma fêmea albina ou lutina portadora de cara branca. Obs: * Isso se ele for um macho e após, no mínimo, a primeira muda de penas*. Neném também tem cara de macho mas como o Jhon, o rostinho ainda pode mudar. Ele é arlequim cara amarela. Sugiro observar o peso, fêmeas costumam ser mais comilonas e gordinhas. Teste de cloaca não é válido (fêmeas que nunca colocaram um ovo tendem a ter os ossos mais juntos). Aos 3 meses, um macho deve começar a ensaiar cantos. Bj
  32. 2 points
    Bom dia, Eu tenho duas calopsitas, costumo trocar o papel que protege o fundo do viveiro todos os dias, quando estou na correria e não tenho muito tempo acaba ficando dois dias sem trocar, mas como é viveiro eles não ficam em contato com fezes e restos de alimentos. Comprei aquele papel utilizado em maca de massagem, corto ele um pouco maior do que a bacia do viveiro que fica bem protegida então é só trocar e fica limpo novamente. Procuro deixar os poleiros e grades limpas livre de fezes, essa limpeza vou fazendo conforme necessidade, as vezes mais de uma vez ao dia, assim como potes de água e comida. Acredito que a limpeza tem que ser feita conforme necessidade, sem muito exagero e forma que mantenha a saúde da sua ave. Ninha*
  33. 2 points
    Levar num veterinário pra ele analisar e parar de botar ela em local q tenha risco
  34. 2 points
    Pessoal!!! Encontrei o Ludovico!!! A alma generosa que o acolheu, pela anilha, me localizou! Ele estava há uns 4 Km da base..... Quanta emoção!! Feliz!!!!!!!! Agora, cuidados redobrados e aparamento regular das asas. Agradeço a todos que compatilharam, procuraram, torceram e oraram!!! Desejo a mesma sorte para os que ainda não encontraram os amiguinhos, e agora, depois dessa, estarei atenta para também colaborar. Abraços! CurtirMostrar mais reações Comentar
  35. 2 points
    Doação de duas calopsitas machos. Procuro alguém que cuide com carinho. Zona Norte de São Paulo
  36. 2 points
    Esse comportamento de beliscar é normal, pode ter vários motivos, pode estar querendo chamar a sua atenção, fazer carinho, brincar ou por curiosidade mesmo! A minha mais velha me belisca quando eu faço carinho nela, ela começa a esfregar o bico na minha mão e da umas biliscadas também, elas não sabem que estamos sentindo dor ksks! Espero ter ajudado
  37. 2 points
    @Natália J e @Mauro Obrigada pela ajuda de vocês, ele realmente é um macho, canta muito para mim e para o espelho, abra às asas quando está cantando. ( Ele ainda não entrou em troca de penas ).
  38. 2 points
    Pode. Mas ela vai continuar voando. Corte de asa n impede que voe. So diminuem a distância e a altura (voo alto é mais da altura de uma casa. Dentro de casa vai continuar do msm jeito). Por isso n se deve descuidar com calopsita solta dentro de casa.
  39. 2 points
    Agressividade é diferente de infelicidade. Você pode ter uma calopsita mansa, e infeliz, da mesma forma que pode ter uma calopsita brava/agressiva e ela ser feliz. Tudo depende da forma que ela vive, viveiro grande, muitos brinquedos, boa alimentação, etc. Agora se sua intenção é ter uma ave mansa, vc terá de dedicar tempo a ela. Cortar as asas, começar a deixar solta, ir conquistando ela aos poucos... será uma caminhada. Com relação a compainha pra ela, ela ficará sim mais tranquila e mais feliz, mas com relação a agressividade, acho que nada mudará.
  40. 2 points
    Depende oq ela diz por feder né. Aves tem cheiro de aves. Vai ela acha q esse cheiro é feder kkkkk
  41. 2 points
  42. 2 points
    SP. 21/10/2018. COMUNICADO A todos que nos responderam de imediato, gostaria de agradecer nosso muito obrigado de Luiz e Bete ! Agradeço sobretudo a duas pessoas iniciais que nos acolheu nessa tarefa difícil, mas necessária e comunico que escolhemos muito bem o destino do PICO que foi doado para uma pessoa que reside em local com quintal grande e já possui outra calopsita também Lutino. Temos a certeza de que foi muito bem escolhida pela personalidade identificados de imediato no perfil maravilhoso de quem sabe cuidar. Pico segue seu caminho, assim tem que ser e agradeço a todos os manifestos de ajuda aos restantes, nosso muito obrigado ! LUIZ E BETE;
  43. 2 points
    Relaxa! Deixe a natureza fazer a parte dela. Não precisa perder noites de sono e prejudicar sua saúde. Algumas coisas só os pais podem fazer.
  44. 2 points
    Se eles estavam juntos no ninho não tem problema ficarem juntos agora, pela idade dele daqui a pouco vc já pode passar eles pra uma gaiola. TOME CUIDADO NESSA IDADE A ASA DOS FILHOTES JA ESTAO GRANDES, ENTÃO JÁ CONSEGUEM VOAR, MESMO SEM CONTROLE DE DIREÇÃO
  45. 2 points
  46. 2 points
    Parece ser novinho msm eu chuto ter uns 7 a 8 meses no maximo.
  47. 2 points
    Esta regra do bico se aplica apenas a periquitos. Algumas calopsitas tem dimorfismo sexual (dá para distinguir o sexo pela cor), porém muitas mutações não tem essa possibilidade. Como o @Wesley Coelho disse, pela mutação dos pais ela é uma fêmea. Se quiser ter certeza, faça sexagem. Porém daqui uns 2-3 meses ela realizará a muda de penas e perderá o perolado caso seja macho, se ficar igual é agora é uma fêmea mesmo.
  48. 2 points
    Se vc arrumar um macho cb pode vim fêmeas albinas. Uma outra opção seria um lutino macho que porte cb, aí nasceria filhotes albinos fêmeas e machos.
  49. 2 points
    @Matheus Silva Você está fazendo confusão amigo. Mix de sementes não é ração. Ração extrusada é um alimento como ração de cachorro, mas feito para aves. A ração extrusada é o mais importante na alimentação deles. Por mais que comam sementes, mesmo que comam pouca ração, isso já ajuda a balancear a dieta e supre as necessidades de minerais, vitaminas e demais nutrientes. Aqui em casa eles comem a Alcon Club Periquito ( que também é indicada para calopsitas). Segue abaixo a foto. Por ser colorida, elas amam. Não se preocupe com o corante da ração pois é corante alimentício. Caso queira, pode também tentar a Alcon Eco Club Periquito, que tem corantes naturais como urucum, cochonilha e clorofila. Isso, ao meu ver, é o mais importante pra nutrição deles, visto que o mix de sementes é pobre em nutrientes.
  50. 2 points
    Patrícia, eu também estou no mesmo dilema. Eu tenho um macho desde filhote, já faz um tempinho e ano passado ganhei uma fêmea em setembro, e eles se tão bem e se bicam bastante também. Ele até tenta se acasalar com ela mais a gente fala que ele brinca de aviãozinho em com dela fica andando pra lá e pra cá em cima dela rsrs eles cuidam direitinho do ninho e dos ovos eles já chocaram duas vezes ao todo foram uns 9 ovos mais ou menos mais não saiu nadaa... O que vc resolveu fazer?
This leaderboard is set to Sao Paulo/GMT-03:00