Jump to content

Giardia - Dificuldades no Tratamento


avvar
 Share

Recommended Posts

Caros amigos,

Estou tendo dificuldades no tratamento da nossa calopsita, a Tetê, que infelizmente está infectada com giardia. Já a levamos ao veterinário (aliás, mais de um, como verão a seguir); porém, ainda assim estamos tendo MUITAS dificuldades no curso do tratamento. Gostaria de saber a opinião de vocês e compartilhar experiências, a fim de saber se esses percalços são normais e esperados... ou não. Ela é nossa primeira e única calopsita, e, apesar de 2 anos de idade, nunca tinha ficado doente. Não temos experiência alguma.

 

Vou colocar os acontecimentos em ordem cronológica:

 

18/09/2018 (terça) - Minha esposa notou que a calopsita estava bem magrinha. Ao pesá-la, constatou que ela estava com 80g... sendo que, um mês antes, estava com 90g. Não havia nenhum outro sintoma: aparentemente estava comendo, bebendo e bem ativa, sem nenhuma alteração comportamental. As fezes também estavam normais.

 

19/09/2018 (quarta) - Com o intuito de investigar a razão da perda de peso, a levamos ao primeiro veterinário (que atende aves, frise-se). Chamaremos ele de Vet1. Ele fez um exame visual (narinas, bico, mucosas, penas) e não constatou nada de anormal, além do peso. Pediu que fizéssemos a coleta das fezes do dia seguinte, para um exame parasitológico e bacteriológico. Além disso, pediu que a alimentássemos com GLICOPAN e NUTRA LIFE usando seringa de insulina. 

O interessante é que, imediatamente após sair do veterinário, ela começou a fechar os olhos com frequência (algo que ela não fazia).

 

20/09/2018 (quinta) - Surpreendentemente, a calopsita amanheceu bem "encorujada" e tristinha. Alimentou normal, mas demos o reforço do Glicopan e Nutra Life. O problema é que o tal do Nutra Life é voltado para cães e gatos e aparentemente tem um sabor bem forte. Era só dar e a calopsita ficava meio grogue, fechando os olhos. 

Ela costuma ficar sozinha à tarde, único período que nem eu nem minha esposa estamos em casa. Daí, resolvi deixar uma câmera filmando ela durante esse período. Percebemos que ela praticamente não saiu do mesmo poleiro, nem comeu! Mas quando chegamos, ela alimentou normalmente. Mas parou de piar e cantar.

À noite, deixamos as fezes no veterinário. Os resultados demorariam: o parasitológico sairia só na segunda e o bacteriológico dentro de 1 semana.

 

22/09/2018 (sábado) - Aí aconteceu o problema. Ao tentar alimentar com a seringa, fizemos algo errado e a calopsita engasgou bem feio. Começou a sair líquido pelo nariz, ela ficou totalmente grogue e vimos um pouco de sangue perto do bico. Ficamos assustados e achamos que ela estava morrendo. Como o Vet1 não estava atendendo naquele dia, corremos para outra clínica em caráter de urgência, onde fomos atendidos pelo Vet2. De imediato, ele ministrou pra ela o CONVENIA e a IVERMECTINA, sob o argumento que o melhor era medicar em todas as frentes (protozoário, bactéria) antes mesmo de ter o resultado do exame, "porque aves pioram muito rápido". Na hora, coletou fezes que estavam na gaiolinha e pediu um novo parasitológico, alegando que o resultado sairia mais rápido. E resolveu deixá-la internada até segunda, para alimentá-la corretamente.

 

24/09/2018 (segunda) - Buscamos a calopsita de manhã. Ainda estava encorujada e piando bem baixinho, mas comendo quando estava com a gente, com fezes normais, etc. O Vet2 receitou AVERIN, AVITRIM vitaminas VERMIVET, todos misturados na água de beber. Paramos com o Nutra Life.

O resultado dos dois parasitológicos saíram juntos. Do Vet1, negativo. Do Vet2, positivo para giardia. Dá pra entender?

A raspagem das penas deu uma micose (microconideas).

A calopsita parou de perder peso (manteve os 80g), mas continuava encorujada e à tarde não saía do poleiro e nem comia.

 

25/09/2018 (terça) - Com o resultado da giardia, voltamos ao Vet1 a noite e ele concordou com a prescrição do Vet2. Disse para manter. Voltamos pra casa.

A calopsita ainda sem sinal de melhora, apesar de todas as medicações.

 

26/09/2018 (quarta) - Vet1 liga pra gente e diz que pesquisou e descobriu que nenhum daqueles medicamentos servia especificamente pra giárdia. Mas que não queria acrescentar um medicamento específico pra doença, a não ser que ela piorasse e fosse necessário (alegando que ela já tinha sido medicada com coisa forte demais).

 

27/09 e 28/09 (quinta e sexta) - A calopsita continuou na mesma. Não perdia mas não ganhava peso (79~81g), encorujada, parou de cantar e piar e, durante a tarde, não saía do mesmo poleiro e não comia absolutamente nada. Com a gente, ficava mais ativa e comia. Não piorava; porém, não melhorava.

 

29/09/2018 (sábado) - Como não notamos evolução, voltamos ao Vet1. Ele receitou GIARDICID SUSPENSÃO (2x na seringa, duas vezes no dia, sete dias). Ele deu uma dose, aparentemente ela aceitou bem. À noite, demos outra dose e ela ficou um pouco irritada, mas bem. Ah, o exame de bactérias deu negativo.

 

30/09/2018 (domingo) - A calopsita começou a vomitar a medicação, mais ou menos meia hora depois da ingestão. E nesses momentos, ficava bem bamba. 

 

01/09/2018 (segunda) - Pela manhã, vomitou a medicação novamente. Comeu pouco. À tarde, ficamos assustados, pois num intervalo de 4 horas ela praticamente não mexeu. Voltamos ao Vet1 novamente, que trocou a medicação por METRONIDAZOL (2x no dia, diluido na água) e PLASIL meia hora antes, para agir contra as náuseas. Assim fizemos.

 

02/09/2018 (terça/hoje) - Apesar de tudo que fizemos, a Tetê amanheceu bem pior. Não quis comer nada... nem semente de girassol, que ela nunca recusava. Travou o bico e ficou extremamente passiva (ela só aceita que minha esposa pegue ela; hoje, ela estava "deixando" eu pegar sem nenhum problema). Parecia sem forças. No período da tarde, por intervalo de duas horas, ela desceu e ficou no fundo da gaiola. Quando cheguei, ela aceitou comer comigo e até alimentou bem, mas está muito quieta e parou completamente de piar.

 

E cá estamos... não sei se essa piora (sonolência extrema, comportamento passivo, não querer comer nada após a mediação) é algum efeito adverso (porém esperado) do tratamento e da medicação. Estamos muito angustiados por ela só ir piorando aos poucos apesar do tratamento... lembrando que quando levamos na primeira vez no veterinário, além da perda de peso, ela estava praticamente normal!

Já gastamos um bocado e, apesar de não ser problema gastar com a saúde dela, não sabemos se convém levar num terceiro veterinário. Ou se confiamos no tratamento que está sendo dado...

Enfim, muitas dúvidas. Gostaria de saber a opinião de vocês.

 

 

 

 

 

 

 

 

Edited by avvar
complementação
Link to comment
Share on other sites

Deixa eu fazer uma pergunta besta aqui: Esses remédios que vc diluiu na água vcs misturaram todos na mesma água? (se sim. eu n faria isso)
Pq n deram direto no bico? 
Eu levaria num terceiro vet e refazia os exames. 

Giardia é bem chata. Vcs higienizaram a gaiola, potes e etc? A agua q vcs dao é filtrada? A ração/ sementes é de boa procedência, vem lacrada?
Uma doença dessas pode vir de N lugares. 

Link to comment
Share on other sites

27 minutos atrás, Nascimento disse:

Deixa eu fazer uma pergunta besta aqui: Esses remédios que vc diluiu na água vcs misturaram todos na mesma água? (se sim. eu n faria isso)
Pq n deram direto no bico? 
Eu levaria num terceiro vet e refazia os exames. 

Giardia é bem chata. Vcs higienizaram a gaiola, potes e etc? A agua q vcs dao é filtrada? A ração/ sementes é de boa procedência, vem lacrada?
Uma doença dessas pode vir de N lugares. 

Olá, Nascimento. Obrigado pela resposta. Respondendo às perguntas:

1. Sim, diluímos na mesma água, por orientação do Vet2. Nós somos "marinheiros de primeira viagem" com pássaros e só depois fomos orientados pelo Vet1 a dar a medicação direto no bico, para garantir a eficácia. Porém, pelo que entendi depois, não ia adiantar de toda forma, já que nenhuma dessas medicações era pra giárdia.

2. Sobre o terceiro veterinário... você sabe se é comum ter erro nesses exames? É porque, sem exagero, com exames, consultas e remédios nós já gastamos um valor muito considerável. Mas queremos ela bem e estamos dispostos a levar se o tratamento não estiver sendo adequado... o problema é a falta de referências. Escolher um profissional "no escuro" é dose!

3. Ela vive sozinha num viveiro relativamente grande (para 4 calopsitas) e nós higienizávamos 2x por semana. Agora, estamos limpando com amônia quarternária todos os dias, para não deixar ela ter contato com as fezes.

Água sempre foi filtrada. Depois da infecção, estamos dando só mineral de garrafa.

Ração e semente sempre foi de marca boa e pacote lacrado (MegaZoo, etc)

Desconfiamos que ela pode ter pego no sítio dos meus sogros, em que a levamos num fim de semana. Em um certo momento, ela chegou a andar no capim e tudo mais. Não sabíamos dos riscos!

Edited by avvar
Link to comment
Share on other sites

36 minutos atrás, avvar disse:

Olá, Nascimento. Obrigado pela resposta. Respondendo às perguntas:

1. Sim, diluímos na mesma água, por orientação do Vet2. Nós somos "marinheiros de primeira viagem" com pássaros e só depois fomos orientados pelo Vet1 a dar a medicação direto no bico, para garantir a eficácia. Porém, pelo que entendi depois, não ia adiantar de toda forma, já que nenhuma dessas medicações era pra giárdia.

2. Sobre o terceiro veterinário... você sabe se é comum ter erro nesses exames? É porque, sem exagero, com exames, consultas e remédios nós já gastamos um valor muito considerável. Mas queremos ela bem e estamos dispostos a levar se o tratamento não estiver sendo adequado... o problema é a falta de referências. Escolher um profissional "no escuro" é dose!

3. Ela vive sozinha num viveiro relativamente grande (para 4 calopsitas) e nós higienizávamos 2x por semana. Agora, estamos limpando com amônia quarternária todos os dias, para não deixar ela ter contato com as fezes.

Água sempre foi filtrada. Depois da infecção, estamos dando só mineral de garrafa.

Ração e semente sempre foi de marca boa e pacote lacrado (MegaZoo, etc)

Desconfiamos que ela pode ter pego no sítio dos meus sogros, em que a levamos num fim de semana. Em um certo momento, ela chegou a andar no capim e tudo mais. Não sabíamos dos riscos!

Pesquise o preço dos exames específicos e check up completo nos laboratórios q fazem por correspondência esses exames como São Camilo e veja oq é mais em conta pra vc. 
Eu nunca tratei uma ave com essa doença, então nao posso dar muita orientação. 

  • Gostei 1
Link to comment
Share on other sites

avvar,

Também estou com minha calopsita em tratamento, mas por outros motivos. Também já gastei uma nota com veterinário, exames, remédios, internação.

O problema não é  ter que gastar com o bicho, pois quero vê-la bem. O que mais dói é não sabermos ao certo o que acontece. Ver o bichano sofrer é ruim demais. Cada vez que penso em levá-la ao veterinário eu fico tenso, ela fica estrassada, é uma situação dificil.

Também não conheço nada sobre esse tratamento. Quero que vcs tenham sorte e que Deus os abençoe no tratamento, e que a calopsita fique bem logo.

Edited by dbisetto
  • Gostei 1
Link to comment
Share on other sites

  • 1 year later...
  • 2 weeks later...
Em 04/11/2019 at 19:38, Dionatanc disse:

Revivendo!!? Qual resultado de tudo isso;??

Então, encontrei uma veterinária de aves extremamente simpática e competente, aqui em BH.

Vejam bem: a própria veterinária fazia o exame das fezes no microscópio, na hora, durante a consulta. Coletando elas frescas, hahaha. Cobrou apenas uma consulta e todos os outros retornos (foram 4!) não tiveram custo.

Uma das melhores profissionais que já vi, em qualquer ramo.

Descobriu que ave adoeceu e piorou, possivelmente, pelos tratamentos e remédios dados pelos outros veterinários (muito ruins). Acabou com as "bactérias boas" do trato intestinal e os fungos proliferaram.

Mandou manipular os antifúngicos em farmácia veterinária, com a dose certa para o tamanho da infecção e da ave.

Em 3 semanas, ela estava completamente curada e reganhou peso.

Esse ano, em junho, teve uma nova infecção. Levei na mesma veterinária e, novamente, o problema foi resolvido.

 

 

Link to comment
Share on other sites

5 hours ago, avvar said:

Então, encontrei uma veterinária de aves extremamente simpática e competente, aqui em BH.

Vejam bem: a própria veterinária fazia o exame das fezes no microscópio, na hora, durante a consulta. Coletando elas frescas, hahaha. Cobrou apenas uma consulta e todos os outros retornos (foram 4!) não tiveram custo.

Uma das melhores profissionais que já vi, em qualquer ramo.

Descobriu que ave adoeceu e piorou, possivelmente, pelos tratamentos e remédios dados pelos outros veterinários (muito ruins). Acabou com as "bactérias boas" do trato intestinal e os fungos proliferaram.

Mandou manipular os antifúngicos em farmácia veterinária, com a dose certa para o tamanho da infecção e da ave.

Em 3 semanas, ela estava completamente curada e reganhou peso.

Esse ano, em junho, teve uma nova infecção. Levei na mesma veterinária e, novamente, o problema foi resolvido.

 

 

Me passa o contato dela por mensagem? Sou de BH tb.

Link to comment
Share on other sites

  • 4 months later...
Em 14/11/2019 at 18:53, Malu disse:

Me passa o contato dela por mensagem? Sou de BH tb.

Me passa o contato dessa veterinária sou bh, e estou desesperada a procura de um bom veterinário, porque minha calopisita está com giardia e já levei ela no veterinário e já dei vários medicamentos mais nenhum fez efeito.

Link to comment
Share on other sites

Em 14/11/2019 at 13:25, avvar disse:

Então, encontrei uma veterinária de aves extremamente simpática e competente, aqui em BH.

Vejam bem: a própria veterinária fazia o exame das fezes no microscópio, na hora, durante a consulta. Coletando elas frescas, hahaha. Cobrou apenas uma consulta e todos os outros retornos (foram 4!) não tiveram custo.

Uma das melhores profissionais que já vi, em qualquer ramo.

Descobriu que ave adoeceu e piorou, possivelmente, pelos tratamentos e remédios dados pelos outros veterinários (muito ruins). Acabou com as "bactérias boas" do trato intestinal e os fungos proliferaram.

Mandou manipular os antifúngicos em farmácia veterinária, com a dose certa para o tamanho da infecção e da ave.

Em 3 semanas, ela estava completamente curada e reganhou peso.

Esse ano, em junho, teve uma nova infecção. Levei na mesma veterinária e, novamente, o problema foi resolvido.

 

 

@avvar

Olá, me envia o contato dessa vet por favor, sou de BH estou precisando de um bom vet!!!

Link to comment
Share on other sites

  • 9 months later...
Em 14/11/2019 at 13:25, avvar disse:

Então, encontrei uma veterinária de aves extremamente simpática e competente, aqui em BH.

Vejam bem: a própria veterinária fazia o exame das fezes no microscópio, na hora, durante a consulta. Coletando elas frescas, hahaha. Cobrou apenas uma consulta e todos os outros retornos (foram 4!) não tiveram custo.

Uma das melhores profissionais que já vi, em qualquer ramo.

Descobriu que ave adoeceu e piorou, possivelmente, pelos tratamentos e remédios dados pelos outros veterinários (muito ruins). Acabou com as "bactérias boas" do trato intestinal e os fungos proliferaram.

Mandou manipular os antifúngicos em farmácia veterinária, com a dose certa para o tamanho da infecção e da ave.

Em 3 semanas, ela estava completamente curada e reganhou peso.

Esse ano, em junho, teve uma nova infecção. Levei na mesma veterinária e, novamente, o problema foi resolvido.

 

 

A Sam morreu domingo pq tambem somos marinheiros de primeira viagem e agora o Theo ta com esses sintomas de giardia mas n tenho como pagar consultas e exames, ele evai morrer tbem desse jeito, to um caco de preocupação e so resta chorar

Se alguem souber um jeito de ajudar, o maximo q consigo aqui é comprar os remdios

Link to comment
Share on other sites

  • 7 months later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...