Jump to content

Opção, momentânea, por não procriar


Lucalls

Recommended Posts

Boa tarde pessoal!

Talvez esse seja um tema repetido, mas não consegui em outros tópicos uma conclusão e gostaria da ajuda de vocês sobre isso...

Recentemente conheci essas aves e optei por cria-las como animais domésticos. Como são filhotes ainda, estou aguardando eles ficarem maiores.

Me informando sobre eles, cuidados, etc, vi que a maioria recomenda sempre ter duas calopsitas, para fazerem companhia uma para a outra. Nesse caso, pra fazer mais sentido, estou optando por ter um casal, mas aí vem a grande dúvida e problemática... Não queria, pelo menos a curto prazo, ter filhotes...

Já vi dicas de: não colocar ninho, colocar meio pote de comida, trocar com frequência o lugar da gaiola, descartar os ovos, etc.

Vi também que não é recomendado separar o macho da fêmea.

Como vcs fazem pra gerenciar essa questão, de uma forma que não seja "traumática" para eles?

Obrigado!

Link to comment
Share on other sites

4 minutos atrás, Lucalls disse:

Boa tarde pessoal!

Talvez esse seja um tema repetido, mas não consegui em outros tópicos uma conclusão e gostaria da ajuda de vocês sobre isso...

Recentemente conheci essas aves e optei por cria-las como animais domésticos. Como são filhotes ainda, estou aguardando eles ficarem maiores.

Me informando sobre eles, cuidados, etc, vi que a maioria recomenda sempre ter duas calopsitas, para fazerem companhia uma para a outra. Nesse caso, pra fazer mais sentido, estou optando por ter um casal, mas aí vem a grande dúvida e problemática... Não queria, pelo menos a curto prazo, ter filhotes...

Já vi dicas de: não colocar ninho, colocar meio pote de comida, trocar com frequência o lugar da gaiola, descartar os ovos, etc.

Vi também que não é recomendado separar o macho da fêmea.

Como vcs fazem pra gerenciar essa questão, de uma forma que não seja "traumática" para eles?

Obrigado!

Só seguir as dicas q vc disse aí

Link to comment
Share on other sites

Tem que regular a iluminação também. Excesso de iluminação (dias mais compridos) também os estimula. Há calopsitas que vivem bem sozinhas, desde que o dono tenha tempo para lhes dar atenção. Uma companhia da mesma espécie pode melhorar a qualidade de vida da ave, mas nem sempre é necessária.E Só botar ovos não é o problema...vai ter que começar a se preocupar com ovos "presos" e a saúde da fêmea. Enquanto a fêmea não botar de 4 a 9 ovos em cada postura não sossega (e não raras vezes emenda uma postura com outra), então é bom ter alguns ovinhos de plástico (quando ela botar um ovo você coloca vários ovos artificiais no ninho e ela provavelmente não botará os demais). Não é nenhum trauma para eles esta questão dos ovos. Se eles botarem 4 ovos e você retirar um por dia, eles quase nem notarão. Poderão até ficar um pouco ansiosos procurando o ovo, mas nada que altere muito a rotina deles.

Link to comment
Share on other sites

@Lucalls

Acredito que seguindo o que você descreveu estará no caminho certo.

Outra opção é criar duas fêmeas ou dois machos. Eu tenho dois machos, um de 4 anos e meio e outro de pouco mais de 1 ano, até agora não tive grandes problemas, somente o incomodo com o barulho (o mais novo grita, canta e fala praticamente o dia todo!) 😊

Boa sorte.

Ninha*

 

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...