Jump to content

Calopsita Macho batendo muito na femea


Daniele Macedo

Recommended Posts

Crio calopsitas há 2 anos tenho dois machos e uma fêmea.

Nunca tive problemas com nenhum, se davam muito bem. Só que há dois dias um macho está batendo muito na fêmea ela corre dele e ele corre atras dela pra bater, e eu pego ela pra ele não machucar ela e ele vem pra cima de mim pra bater nela. 

Fica olhando só esperando para eu soltar ela pra ele bater nela dá muita dó ele vai bater nela ela fica correndo gritando. 

os dois já devem ter quase dois anos ele um pouco mais. Ele era o mais calmo apanhava dos dois que eu tenho agora do nada ta agressivo e só com ela. Alguém sabe oque pode ser eu coloquei ele na gaiola por medo dela machucar ela. me ajudem to desesperada!!!

Link to comment
Share on other sites

Tambem estou com o mesmo problema. No meu caso tenho um casal, eles vêm colocando ovinhos já a um tempo maa sempre abandonam o ninho e ficam repetindo esse ciclo. De tempos em tempos o macho fica muito agressivo e machuca muito a fêmea e aí tenho que separar. Não sei o que fazer.

 

Link to comment
Share on other sites

Não existe o que fazer, agora em setembro iniciou o período reprodutivo dessas criaturinhas e vai até o mês de fevereiro. Quando as fêmeas entram em ciclo reprodutivo muitos machos ficam violentos, não tem uma causa específica, mas muitas das vezes é porque é um macho dominador e ele quer mostrar que digamos é o "dono do pedaço". 

São momentos que talvez eles fiquem com os hormônios muito elevado e acabam causando esse estresse. Eu tenho um macho que algumas semanas atrás estava dessa forma, pois ele forma casal com duas fêmeas e ele quer pegar todas de uma vez, dai que uma ele não faz nada, a outra ele maltrata muito na hora de copular, pois ele arranca todas as penas da cabeça dela.

Em contra partida ele ficou violento, cismou com outro macho e outra fêmea que eu tenho que são arlequins e muito parecidos e não tem nada a ver com a história e ele parte para cima dos dois, o macho enfrenta ele, parece rinha de galo, fica os dois com as asas levantadas e dando bicada um no outro, a fêmea tadinha, é a mais mansa que tenho e ela grita e voa para longe muita das vezes ao meu encontro para mim defender.

Como eu trabalho quase o tempo todo em casa, o que tenho feito é ficar ouvindo eles, quando percebo alguma briga eu corro para apartar e tenho repreendido ele, tem funcionado, em contrapartida eu cortei as asas dele para que ele não tivesse agilidade e deixei a fêmea e o outro macho com as asas grande, assim quando ele parte para cima os dois fogem e ele fica perdido. A femea que ele mutila na hora de copular eu comecei a "atrapalhar" ele e não deixar, até que acho que ele percebendo que não iria ter sucesso que eu não deixava parou de maltratar ela e agora estão na paz.

Mas isso tudo passa, é um período curto que para nós que enfrentamos essa situação parece uma eternidade. Como o meu já tem quase 7 anos, o convívio meu e dele é muito grande e eu adestrei ele a me ouvir e seguir os meus comandos, então quando ele faz isso e eu repreendo ele me obedece.

Para vocês que tem a pouco tempo eu indicaria separar eles de gaiola se forem ficar presos ou se estiverem soltos que tenham um grande espaço para fuga dos mais fracos, podendo cortar as asas do opressor e deixando os outros com ela grande, assim poderão fugir dele. Esse período irá passar e depois poderá juntar eles novamente que a harmonia irá prevalecer novamente. Hoje ele está tranquilinho e não ataca mais ninguém.

  • Gostei 1
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...