Jump to content

Viagem internacional


Sel

Recommended Posts

Olá,

Gostaria de saber se alguém já fez viagem internacional com uma calopsita, quais foram as providências tomadas, e se correu tudo bem.
Eu moro fora do Brasil, estou passando uma temporada aqui, e acabei virando dona de uma calopsita que a minha cachorra achou vagando na rua. No início tentei achar os donos, mas depois de algumas semanas parei de procurar e decidi ficar com ela. Nos apegamos rapidamente uma à outra pois ela é muito meiguinha, e de jeito nenhum quero deixá-la pra trás.

Fiz várias pesquisas e achei informações diferentes e algumas vezes confusas, por isso gostaria do auxílio de alguém que já tenha passado pela situação para me dar algumas dicas. De uma forma resumida as informações que encontrei foram essas:

1) Alguns sites dizem que é necessário microchipar o pássaro, seria o mesmo tipo de microchip de cães e gatos? No caso, esse: http://backhome.com.br
2) A viagem é para a União Européia, então pelo que entendi eu teria que fazer um dos seguintes passos:

- Quarentena de 30 dias após a chegada em instalações aprovadas pela UE (O que parece ter um custo relativamente alto e ser estressante para ela)
- Vacinação e pelo menos uma revacinação contra a gripe aviária, sendo a última pelo menos 60 dias antes de viagem;
- Isolamento 10 dias antes da viagem com a coleta de material no 3° dia a fim de detectar o antigénio ou do genoma do H5N1 da gripe aviária.

3) Tirar o certificado sanitário (fazer atestado veterinário, desparasitar, etc)

E fora isso tenho que achar uma caixa de transporte , vi essa foto em vários lugares mas não sei se esse tipo tem a aprovação da IATA:
Resultado de imagem para caixa de transporte calopsita avião 

E descobrir uma empresa aérea que voe para a Europa e transporte esse tipo de animais.

Agradeço a quem puder me ajudar com umas dicas, sei que terei muito trabalho burocrático pela frente, mas espero conseguir.

  • Gostei 2
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
Em 03/01/2018 at 15:01, Sel disse:

Olá,

Gostaria de saber se alguém já fez viagem internacional com uma calopsita, quais foram as providências tomadas, e se correu tudo bem.
Eu moro fora do Brasil, estou passando uma temporada aqui, e acabei virando dona de uma calopsita que a minha cachorra achou vagando na rua. No início tentei achar os donos, mas depois de algumas semanas parei de procurar e decidi ficar com ela. Nos apegamos rapidamente uma à outra pois ela é muito meiguinha, e de jeito nenhum quero deixá-la pra trás.

Fiz várias pesquisas e achei informações diferentes e algumas vezes confusas, por isso gostaria do auxílio de alguém que já tenha passado pela situação para me dar algumas dicas. De uma forma resumida as informações que encontrei foram essas:

1) Alguns sites dizem que é necessário microchipar o pássaro, seria o mesmo tipo de microchip de cães e gatos? No caso, esse: http://backhome.com.br
2) A viagem é para a União Européia, então pelo que entendi eu teria que fazer um dos seguintes passos:

- Quarentena de 30 dias após a chegada em instalações aprovadas pela UE (O que parece ter um custo relativamente alto e ser estressante para ela)
- Vacinação e pelo menos uma revacinação contra a gripe aviária, sendo a última pelo menos 60 dias antes de viagem;
- Isolamento 10 dias antes da viagem com a coleta de material no 3° dia a fim de detectar o antigénio ou do genoma do H5N1 da gripe aviária.

3) Tirar o certificado sanitário (fazer atestado veterinário, desparasitar, etc)

E fora isso tenho que achar uma caixa de transporte , vi essa foto em vários lugares mas não sei se esse tipo tem a aprovação da IATA:
Resultado de imagem para caixa de transporte calopsita avião 

E descobrir uma empresa aérea que voe para a Europa e transporte esse tipo de animais.

Agradeço a quem puder me ajudar com umas dicas, sei que terei muito trabalho burocrático pela frente, mas espero conseguir.



Olá!

Estou pesquisando as mesmas coisas! Estamos indo do Brasil pra Portugal no fim desse ano e a quantidade de informações precisas na internet são escassas. :/

O que sei até agora é que não é necessário microchipar, basta ir ao Ibama, contar como a ave não foi comprada, que foi resgate e solicitar anilha.
Anilhando, você já terá um documento para provar que a calô é sua.

Depois entre em contato com o ministério da agricultura para fazer a quarentena, conversando com a responsável aqui do rio de janeiro, descobri que pode acontecer na sua casa mesmo, se o veterinário e um agente da vigilância virem que a sua calô não tem contato com outros animais, nem com a rua. Assim eles permitem que ela fique isolada em sua gaiola em um comodo da sua casa mesmo.

Com eles você verifica a data para recolher amostra de sangue (após 3 dias do inicio da quarentena de 10 dias) e se há necessidade de fazer vacina de gripe aviária. Muitas vezes nem há, pq a ave está saudável.

Após esse trâmite, vc dá entrada no GTA com um atestado do veterinário que foi o responsável pela quarentena que pode ser encontrado neste link ( http://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/ALL/?uri=CELEX:32007D0025&qid=1396518388655#ntc1-L_2007008PT.01003401-E0001 ) ele já é o certificado sanitário oficial de entrada na UE.

Após isso, que deve acontecer nos 30 dias que antecedem sua viagem, creio que deva levar este certificado ao Ministerio da agricultura e pegar também o CZI, que é internacional e diferente do GTA.

Preencha o formulario de entrada de aves na UE e anexe os documentos pedidos (vou deixar EM ANEXO aqui no post junto com os numeros de telefone dos pontos de entrada pra vc contactar e avisar da chegada da calô).

Essa última parte não está muito clara pra mim ainda, mas acredito que conforme as conversas com os vigilantes forem acontecendo, as coisas vão se esclarecendo melhor.

Lembre -se de ver com a CIA aérea as especificações da casinha de transporte e se a ave pode ir na cabine com vc ou se só no porão e verifique as taxas a pagar. 
Sei que quando chega em Portugal tem de pagar 40 euros para o inspetor que vai receber o animal.

Site útil: http://www.dgv.min-agricultura.pt/portal/page/portal/DGV/genericos?generico=1799178&cboui=1799178

 

Muito boa sorte e boa viagem! :)

Se descobrir mais alguma coisa, não deixe de vir aqui avisar e contar como foi!

Um abraço!!

FORMULARIO DE ENTRADA DE AVES .jpg

PONTOS DE ENTRADA DE VIAJANTE CONTROLO DE ANIMAIS.jpg

Em 03/01/2018 at 15:01, Sel disse:

Olá,

Gostaria de saber se alguém já fez viagem internacional com uma calopsita, quais foram as providências tomadas, e se correu tudo bem.
Eu moro fora do Brasil, estou passando uma temporada aqui, e acabei virando dona de uma calopsita que a minha cachorra achou vagando na rua. No início tentei achar os donos, mas depois de algumas semanas parei de procurar e decidi ficar com ela. Nos apegamos rapidamente uma à outra pois ela é muito meiguinha, e de jeito nenhum quero deixá-la pra trás.

Fiz várias pesquisas e achei informações diferentes e algumas vezes confusas, por isso gostaria do auxílio de alguém que já tenha passado pela situação para me dar algumas dicas. De uma forma resumida as informações que encontrei foram essas:

1) Alguns sites dizem que é necessário microchipar o pássaro, seria o mesmo tipo de microchip de cães e gatos? No caso, esse: http://backhome.com.br
2) A viagem é para a União Européia, então pelo que entendi eu teria que fazer um dos seguintes passos:

- Quarentena de 30 dias após a chegada em instalações aprovadas pela UE (O que parece ter um custo relativamente alto e ser estressante para ela)
- Vacinação e pelo menos uma revacinação contra a gripe aviária, sendo a última pelo menos 60 dias antes de viagem;
- Isolamento 10 dias antes da viagem com a coleta de material no 3° dia a fim de detectar o antigénio ou do genoma do H5N1 da gripe aviária.

3) Tirar o certificado sanitário (fazer atestado veterinário, desparasitar, etc)

E fora isso tenho que achar uma caixa de transporte , vi essa foto em vários lugares mas não sei se esse tipo tem a aprovação da IATA:
Resultado de imagem para caixa de transporte calopsita avião 

E descobrir uma empresa aérea que voe para a Europa e transporte esse tipo de animais.

Agradeço a quem puder me ajudar com umas dicas, sei que terei muito trabalho burocrático pela frente, mas espero conseguir.

 

Formulários mais visíveis para download!! :)

FORMULARIO DE ENTRADA DE AVES .jpg

PONTOS DE ENTRADA DE VIAJANTE CONTROLO DE ANIMAIS.jpg

  • Obrigado 1
Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Oi pessoal, 

Muito úteis as informações. Estou me mudando para Portugal também esse ano, e vou dar início agora ao procedimento, porém ainda não comprei as passagens, então vou ver o que pode ser feito com antecedência, e o que só pode ser feito após a ida marcada. Vou relatar aqui também!

 

Bjs!

  • Gostei 1
Link to comment
Share on other sites

  • 3 months later...
Em 05/02/2018 at 21:39, Sel disse:

A empresa Air Europa permite que pássaros (exceto de rapina) viagem na cabine em caixa de transporte homologada pela IATA. Dêem uma olhada no site:

 

Olá! Muito obrigada pela dica da cia aérea...

Estou indo de Lufthansa porque estou levando meus dois cachorrinhos também, e é a melhor opção pra eles (foi a que me passou mais segurança em transportá-los no porão).

Porém descobri que a Lufthansa só transporta aves se forem despachadas com carga contratando uma agência de cargas... quando fui ver os preços, quase caí dura pra trás, estava ficando em torno de 17 mil reais para levar despachar a calô do Rio para o Porto.
 

Acabou que desisti de mandar como carga e estou me informando sobre o transporte na cabine mesmo! Eu sabia que a TAP fazia, então segunda feira vou ligar pra central e me informar.

 

Mas vamos lá, o que eu descobri nessas pesquisas de transporte com agente de cargas da SYSBRAC?

  1. Que a calopsita não é considerada animal silvestre típico brasileiro, então não precisa de autorização do IBAMA para viajar e nem de anilha (fiquei surpresa).
  2. Só preciso de dois documentos para a calô viajar: uma autorização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - SFA-RJ
  3. Superintendência federal de abastecimento agrícola e pecuário no Rio de Janeiro
    Endereço: Av. Rodrigues Alves, 129 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20081-250
    Horário: Aberto ⋅ Fecha às 17:00
    Telefone: (21) 2291-4141
  4. Tenho que contactar o aeroporto de destino e agendar a inspeção dela na hora de chegada do voo com um agente sanitário de lá (só dá pra saber se eles vão por ela de quarentena lá na hora :()
  5.  
Em 05/02/2018 at 21:39, Sel disse:

A empresa Air Europa permite que pássaros (exceto de rapina) viagem na cabine em caixa de transporte homologada pela IATA. Dêem uma olhada no site: https://www.aireuropa.com/pt/voos/passageiros#com-animais

Olá! Muito obrigada pela dica da cia aérea...

Estou indo de Lufthansa porque estou levando meus dois cachorrinhos também, e é a melhor opção pra eles (foi a que me passou mais segurança em transportá-los no porão).

Porém descobri que a Lufthansa só transporta aves se forem despachadas com carga contratando uma agência de cargas... quando fui ver os preços, quase caí dura pra trás, estava ficando em torno de 17 mil reais para levar despachar a calô do Rio para o Porto.
 

Acabou que desisti de mandar como carga e estou me informando sobre o transporte na cabine mesmo! Eu sabia que a TAP fazia, então segunda feira vou ligar pra central e me informar. E agora vi que a Air Europa também é uma opção!

 

Mas vamos lá, o que eu descobri nessas pesquisas de transporte com agente de cargas da SYSBRAC?

 

  1. Que a calopsita não é considerada animal silvestre típico brasileiro, então não precisa de autorização do IBAMA para viajar e nem de anilha (fiquei surpresa).
  2. Só preciso de dois documentos para a calô viajar:
    **Uma autorização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - SFA-RJ - Superintendência federal de abastecimento agrícola e pecuário no Rio de Janeiro -Endereço: Av. Rodrigues Alves, 129 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20081-250 - Telefone: (21) 2291-4141   

    **E outra autorização do DGVA - PORTUGAL
    Tel: + 351 213239500 Fax: + 351 213239694
    secretariadoDIM@dgva.pt

    site: http://www.dgv.min-agricultura.pt/portal/page/portal/DGV/genericos?generico=1722730&cboui=1722730 (lá tem todas as informações de documentos e tipo de quarentena que pode validar a viagem da ave)

  3. Tenho que contactar o aeroporto de destino e agendar a inspeção dela na hora de chegada do voo com um agente sanitário de lá, pagando a taxa em euros cobrada lá no ato (só dá pra saber se eles vão por ela de quarentena lá na hora :()

 

E foi isso... 

A partir de amanhã, começo a me informar com as cias aéreas certinho sobre o que precisa para transportar na cabine e volto aqui pra dividir as informações!

Ah! Alguém já tema a caixinha ou viu onde compra ou manda fazer sob os padrões da IATA??

Abraço e boa sorte a todos!!
:)

Edited by Sandra Gomes
link
Link to comment
Share on other sites

Nossa, mil desculpas... o fórum bugou minha resposta e não sei como removê-la.

Já escrevi aos moderadores e espero que eles possam ajudar, porque ficou bem confuso, né?

Desculpa a todos novamente!

:(

Link to comment
Share on other sites

  • 3 months later...

Boa noite!! Estou morando em Portugal mas ano que vem vou ao Brasil para buscar minhas duas calopsitar Kiko e Jane. Gostaria de saber da experiência de vocês, se deu tudo certo com a Air Europa. Estou desesperada longe dos meus filhos.....

Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, sanmorgado disse:

Boa noite!! Estou morando em Portugal mas ano que vem vou ao Brasil para buscar minhas duas calopsitar Kiko e Jane. Gostaria de saber da experiência de vocês, se deu tudo certo com a Air Europa. Estou desesperada longe dos meus filhos.....

Oi! Tudo bem? 

Eu ainda não fui pra Portugal. Meu marido foi na frente e vai ao ministério da agricultura no aeroporto do Porto saber sobre a quarentena...

Liguei pra TAP em Portugal e confirmei que eles transportam caturras -como chamam calopsitas lá- no porão do avião.

Estou aguardando mais informações do meu marido e então volto aqui pra compartilhar!

A minha calô deve estar indo em fevereiro. Se alguém levar antes disso, por favor compartilhe a experiência aqui!

 

Abraços!

  • Gostei 1
Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...
Em 23/09/2018 at 23:52, Alanap disse:

Oi! Tudo bem? 

Eu ainda não fui pra Portugal. Meu marido foi na frente e vai ao ministério da agricultura no aeroporto do Porto saber sobre a quarentena...

Liguei pra TAP em Portugal e confirmei que eles transportam caturras -como chamam calopsitas lá- no porão do avião.

Estou aguardando mais informações do meu marido e então volto aqui pra compartilhar!

A minha calô deve estar indo em fevereiro. Se alguém levar antes disso, por favor compartilhe a experiência aqui!

 

Abraços!

Oii, você não fica preocupada com eles viajando longe de você no porão? Estou com medo deles não aguentarem a viagem...

Link to comment
Share on other sites

9 minutos atrás, sanmorgado disse:

Oii, você não fica preocupada com eles viajando longe de você no porão? Estou com medo deles não aguentarem a viagem...

Oi!

 

Pra ser sincera, fico sim... fico muito preocupada :( 

Mas não tenho muita escolha a não ser confiar... descobri que a air europa leva na cabine, mas as aeronaves dela só saem de salvador, então do Rio pra lá ela opera com a gol... não sei se a gol me deixaria levar a calô na cabine.

Hoje meu marido está indo ao terceiro órgão lá na Porto para ver se finalmente explicam a ele qual o procedimento de entrada dela... depois que ele me falar, vou ver algum telefone da air europa pra já saber se durante todo o trajeto de rio ao porto ela pode viajar comigo na cabine.

  • Gostei 2
Link to comment
Share on other sites

Ola pessoal! Muito bom encontrar voces que estao na mesma situacao que eu! Tambem irei transportar minhas duas calôs e minha cachorrinha para Portugal e estou perdida no meio de tantas informacoes, procedimentos e o terrivel MEDO de expor nossos bichinhos..... Dessa forma é muito bacana podermos trocar essas experiencias aqui, isso me conforta.

Fico eternamente grata se puderem continuar postando cada passo do processo, inclusive isso de poder viajar com elas na cabine, seria fantastico (se elas se comportarem kkk) Fico em RECIFE e voo direto aqui, creio que so a TAP, que seria ideal para minha cachorrinha, mas me dividiria com meu marido em companhias diferentes para fazermos o melhor para eles.

Muito feliz de encontrar voces!!

  • Gostei 1
Link to comment
Share on other sites

Em 09/10/2018 at 12:41, maripkmeira disse:

Ola pessoal! Muito bom encontrar voces que estao na mesma situacao que eu! Tambem irei transportar minhas duas calôs e minha cachorrinha para Portugal e estou perdida no meio de tantas informacoes, procedimentos e o terrivel MEDO de expor nossos bichinhos..... Dessa forma é muito bacana podermos trocar essas experiencias aqui, isso me conforta.

Fico eternamente grata se puderem continuar postando cada passo do processo, inclusive isso de poder viajar com elas na cabine, seria fantastico (se elas se comportarem kkk) Fico em RECIFE e voo direto aqui, creio que so a TAP, que seria ideal para minha cachorrinha, mas me dividiria com meu marido em companhias diferentes para fazermos o melhor para eles.

Muito feliz de encontrar voces!!

Oi Mari!

 

Que bom que não deixará seus bichinhos pra trás!

Sempreque temos notícias e dicas viemos aqui!

Meu marido ainda não conseguiu chegar a fonte que vai nos informar certinho sobre a entrada da calô!

Assim que ele me der notícias eu trago pra cá!

 

E vc tb, se souber de qqr coisa, ou da caixinha de transporte das calôs (não achei ainda) vem contar pra gente!

 

Abraços 

Link to comment
Share on other sites

Gente, conforme ja foi citado aqui a Air Europa realmente leva na cabine e a Iberia soube que tambem....Minha grande duvida seria como fazer elas ficarem em silencio no voo minha gente? kkkkkkkkkk To com medo de ser expulsa!!

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...